Blogue luso-brasileiro
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2015
ARMANDO ALEXANDRE DOS SANTOS - CARTA À PRINCESA IMPERIAL REGENTE

               

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em setembro de 2015 comemorou-se o segundo centenário do nascimento de São João Bosco, fundador da Congregação Salesiana e um dos maiores e mais completos pedagogos que já existiram em toda a História. O “método preventivo” - proposto por ele como alternativo ao excessivamente severo e por vezes cruel “método repressivo”, que era costumeiro na educação infanto-juvenil - até hoje impressiona os estudiosos de Pedagogia isentos de parcialidades e preconceitos anticatólicos. 

Comentei, no artigo da semana passada, que Dom Bosco foi, também, precursor do ensino profissionalizante, e que essa particularidade atraiu a atenção da Princesa Isabel, que se deparava com um problema muito sério: qual seria o “after day” dos negros, uma vez libertados do cativeiro? Ela estava decidida a eliminar completamente a vergonhosa chaga da escravidão, mas receava o que seria feito dos escravos, depois de libertos. Habituados a muitos séculos de escravidão, primeiro no continente africano de origem, depois no Novo Mundo, como reagiriam vendo-se de repente livres, responsáveis pelos seus atos e tendo que prover por sua própria iniciativa ao suprimento de suas necessidades? Como se daria a adaptação à vida livre, de quem carregava consigo o peso atávico de uma tão prolongada servidão, ainda mais no contexto de uma sociedade que conservaria costumes e hábitos mentais profundamente impregnados da mentalidade escravagista? Como fazer a emancipação total dos escravos, sem prolongar sua triste condição de dependência e subserviência disfarçada sob as aparências de uma liberdade meramente pro forma?

Todos esses problemas, a Princesa tinha bem presentes em seu espírito, e em função deles procurava adequar sua estratégia política. A opção imperial pela emancipação por etapas se adequava a essa estratégia. Primeiro, a proibição do tráfico negreiro; depois, a Lei do Ventre Livre, seguida pela Lei dos Sexagenários; e, por fim, a Lei Áurea. Quando, no dia 13 de maio de 1888, a Princesa assinou a Lei Áurea, os escravos afinal libertados constituíam apenas uma minoria dos afrodescendentes. Apenas 16 % dos descendentes de escravos aqui trazidos pelo tráfico negreiro, durante mais de 300 anos, ainda eram escravos naquele momento. 84 % já estavam emancipados, ou em virtude das leis abolicionistas anteriormente promulgadas, ou por efeito do trabalho emancipador lento, mas constante e bem sucedido, das beneméritas Irmandades de Nossa Senhora do Rosário, presentes e atuantes em todo o Brasil. O papel dessas confrarias foi muito bem estudado pela Profa. Antônia Quintão dos Santos Cezerilo, minha amiga e colega no Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.

Uma das táticas desenvolvidas pela Princesa para facilitar a integração condigna e justa dos antigos escravos na dinâmica social e econômica do Brasil foi o incentivo ao ensino profissionalizante, novidade que Dom Bosco lançara em Turim, no Norte da Itália, e que a Princesa desejou logo pôr em prática no Brasil.

Foi a pedido da Princesa que Dom Bosco enviou, em 1881, os missionários Salesianos que iniciaram seu trabalho em Niterói, depois na cidade de São Paulo, em Mato Grosso, em Minas Gerais e muitos outros locais. Em Piracicaba, desde meados do século XX trabalham ativamente, no Colégio Dom Bosco.

A troca de cartas entre o Santo piemontês e a Princesa brasileira foi registrada nas monumentais “Memorie Biografiche di Don Giovanni Bosco”, escritas pelo Pe. G.B. Lemoyne. Transcrevo aqui apenas uma dessas cartas, selecionada pelo Pe. Rodolfo Fierro e publicada na edição espanhola de Biografía y escritos di San Juan Bosco (BAC, Madri, 1955):

 

“Turim, 25 de março de 1886 

Alteza Imperial, a Divina Providência dispôs que se abrissem duas casas Salesianas no império do Brasil: uma em Niterói, e outra em São Paulo, ambas consagradas a acolher meninos pobres e abandonados. Alguns dos nossos religiosos que aí trabalham e vieram por algumas semanas à Itália me falaram muito da bondade e da caridade de Vossa Alteza Imperial, e por isso me creio no dever de lhe apresentar os meus agradecimentos e recomendar a V. A., e a Sua Majestade o Imperador, todos os Salesianos, que não desejam outra coisa senão salvar almas para o Céu e diminuir na terra o número dos díscolos. Eles rezam e recomendam a seus meninos que rezem pela saúde e bem-estar de V. A., de Sua Majestade e toda a Família Imperial.

Maria Santíssima proteja a toda a dinastia, pela qual todos os nossos meninos rezam. Quanto a mim, tenho como dever invocar todos os dias na Santa Missa as bênçãos celestes sobre todos os súditos brasileiros. E tenho também a alta honra de me professar humildemente, obrigadíssimo servidor, a) Pe. João Bosco”

 

 

 

ARMANDO ALEXANDRE DOS SANTOS é historiador e jornalista profissional, membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.                                         

                             

 



publicado por solpaz às 11:04
link do post | comentar | favorito
|

Europa
mais sobre mim
Brasil
arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
Foz Coa
links