Blogue luso-brasileiro
Sábado, 13 de Maio de 2017
JOSÉ GERALDO VIDIGAL DE CARVALHO - MELODIA E A DOUTRINA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[Cônego.jpg]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Notam-se em alguns cânticos alguns erros e estes provêm, muitas vezes, da adaptação à melodia. Assim, por exemplo, há um canto penitencial entoado nas Missas no qual se diz:: “Perdão, Senhor porque sou tão pecador/ Perdão, Senhor, sou pequeno e sem valor” (grifo nosso). Esta assertiva não se ajusta a uma antropologia teológica correta. Todo ser humano foi criado à imagem e semelhança de Deus. Possui uma alma espiritual, sendo que o cristão pelo batismo se tornou o templo vivo do Divino Espírito Santo. Foi regenerado pelo Sangue de Cristo, é obra de Deus, sua criatura. Tudo isto bem de acordo com a filosofia cristã numa visão teocêntrica. Tem, portanto, o homem em si um imenso valor que não é destruído pelo pecado. A dignidade do homem é nele algo intrínseco. A Igreja reconhece a fraqueza humana  a qual, no mau uso da liberdade, pode  levar ao  pecado, mas exalta sempre a  dignidade da pessoa humana, a qual, segundo Santo Tomás de Aquino, “é aquilo que há de mais perfeito no universo” (S. Theol. I,23,2). Davi no salmo 8 assim se expressou: dirigindo-se a Deus: “Que é o homem para dele vos lembrardes ou o mortal para dele cuidardes? Contudo o fizestes  pouco inferior aos seres celestes, fizeste-o rei das obras de vossas mãos submetendo-lhe toda as coisas” (Salmo 8,5-8). Assim sendo, o homem não é sem valor e ainda que venha a se aviltar pelos vícios e paixões não perde nunca sua dignidade essencial. Cumpre valorizar esta dimensão transcendente do homem e não desvalorizá-la. De fato, há  em cada um de nós uma centelha divina, sendo que é o sopro de Deus que nos torna dignos do mais alto valor. É preciso proclamar sempre este valor absoluto de Deus no homem. A culminância desta dignidade foi a Encarnação do Verbo Divino que “se fez carne e habitou entre nós” ( Jo 1,14). Diante desta verdade de fé só cabe o hino teológico da exaltação da humanidade, dado que a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade assumiu a forma humana envolvendo-a com a imensidão de sua majestade. Deus impassível não desdenhou ser homem. Isto mostra também, que nenhum homem pode ser considerado sem valor, pois o Filho de Deus se encarnou plenificando a vida humana. Adite-se que o homem tem um valor imenso porque está destinado à glória eterna e, um dia, na visão beatífica  poderá contemplar  a Deus tal qual Ele é. Entretanto, mesmo que venha a pecar não  perde nunca o seu valor intrínseco. Por tudo isto é sempre de bom alvitre recordar as palavras de São Leão Magno: “Reconhece, ó cristão, a tua dignidade. Uma vez constituído participante da natureza divina, não penses em voltar às antigas misérias com um comportamento indigno da tua geração. Lembra-te de que cabeça e de que corpo és membro. Não esqueças que foste libertado do poder das trevas e transferido para a luz do reino de Deus. Pelo sacramento do Batismo foste transformado em templo do Espírito Santo. Não queiras expulsar com as tuas más ações tão digno hóspede nem voltar a submeter-te à escravidão do demônio. O preço do teu resgate é o Sangue de Cristo”. O homem é um ser contingente, limitado, criado, muitas vezes pecador, mas o seu valor não pode nunca ser negado

 

 

 

  CÔN.  JOSÉ GERALDO VIDIGAL DE CARVALHO   -   Professor no Seminário de Mariana, durante 40 anos.



publicado por solpaz às 18:53
link do post | comentar | favorito
|

Europa
mais sobre mim
Brasil
arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
Foz Coa
links