Blogue luso-brasileiro
Domingo, 17 de Janeiro de 2016
PAULO R. LABEGALINI - O PODER DA FÉ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você que tem o coração mariano sabe que fazemos qualquer coisa para agradecer as graças que recebemos da nossa Mãezinha, não é mesmo? E quando tudo contribui para nos desviar do caminho santo, caímos de joelhos e fortalecemos nossa proteção.

Nesse sentido, recebi um texto enfatizando que uma das primeiras reações das pessoas diante de problemas difíceis é ver obstáculos. Foi o que Maria, irmã de Marta, enxergou: “Senhor, já cheira mal, porque é de quatro dias”. E concluiu que de nada adiantaria remover a pedra da entrada do túmulo de seu irmão Lázaro.

Fazê-lo voltar à vida era uma tarefa impossível aos homens, mas possível a Deus. Remover a pedra, porém, era uma tarefa que os homens poderiam realizar. E Jesus deixou esse trabalho a cargo deles, dizendo: “Tirai a pedra”.

Pois é, um milagre requer a parceria entre Deus e o homem. O ser humano entra com a fé e Deus entra com a ação sobrenatural. Se o homem não faz a sua parte, o milagre não acontece. É óbvio que Deus pode fazer tudo sozinho, mas lhe agrada a fé nele depositada pelo homem. Por isso, a Bíblia diz: “Agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos do teu coração” (Salmo 37,4).

O Evangelho de Matheus registra que Jesus deixou de fazer milagres em Nazaré devido à incredulidade das pessoas. Uma coisa é a fé teórica; outra, é a fé viva – a maravilhosa experiência da relação homem-criador nos momentos mais difíceis da vida.

Há vezes em que, diante de uma tribulação, sentimo-nos desanimados e não temos disposição para remover a pedra que impede nosso acesso à solução do problema. Só pensamos no ‘mau cheiro’ que nos incomoda, mas Deus, que é maior que todos os problemas, nos diz: ‘Tirai a pedra!’. Se não removermos o obstáculo da nossa incredulidade e não exercermos a nossa fé, perderemos a oportunidade de receber uma nova graça.

E você, está passando por alguma situação difícil? Esse problema já é de ‘quatro dias e cheira mal’? Já recorreu a Jesus e a resposta ainda não chegou? Continue confiando porque Ele sabe o tempo de lhe dar a bênção. Não desanime; remover a pedra significa fazer a sua parte na solução do problema. Exerça sua fé e verá a glória do Pai Misericordioso.

Era impossível a Naamã mergulhar no rio sete vezes e ficar curado da lepra? Era impossível aos discípulos lançarem a rede outra vez ao mar para terem sucesso na pescaria? Era impossível aos apóstolos recolherem cinco pães e dois peixes para que Jesus os multiplicasse e alimentasse a multidão? E era impossível aos serventes, nas bodas em Caná, encherem as talhas com água para que Jesus a transformasse em vinho? Para Deus, nada foi impossível!

Queremos ver mais milagres em nossa vida, certo? Então, não duvidemos das promessas de Deus. Se diante de um problema Ele nos mandar remover a pedra que serve de obstáculo à solução esperada, obedeçamos. Ele sabe até onde vai a nossa capacidade de lutar e não deixará que carreguemos fardos superiores à nossa força. Ele não espera o impossível de nós e sabe o tempo certo de agir em nosso favor.

Portanto, quando diante de um problema você sentir que nada pode fazer e que esgotou toda sua capacidade física, mental e emocional, lembre-se: Deus é maior que tudo e ainda lhe resta o recurso espiritual: o maravilhoso dom da fé!

Disse Jesus: “No mundo passais por aflições, mas tende bom ânimo: eu venci o mundo!” Então, comece a retirar algumas ‘pedras menores’ do caminho. As grandes, Nossa Senhora cuidará.

 

 

 

PAULO ROBERTO LABEGALINI - Escritor católico. Vicentino de Itajubá - Minas Gerais - Brasil. Professor doutor do Instituto Federal Sul de Minas - Pouso Alegre.‘Autor do livro ‘Mensagens Infantis Educativas’ – Editora Cleofas.

 



publicado por solpaz às 19:01
link do post | comentar | favorito
|

Europa
mais sobre mim
Brasil
arquivos

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
Foz Coa
links