Blogue luso-brasileiro
Domingo, 13 de Dezembro de 2015
PAULO R. LABEGALINI - O SEU NOME ESTÁ NA LISTA ?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Final de ano, é comum ver listas de aprovados em vestibular pra todo lado. Há tempos atrás, me chamou a atenção uma reflexão da professora de psicologia do UNIVERSITAS: Ângela Maria Teixeira. Preparando o espírito daqueles que ficariam de fora do programa de bolsas na UNIFEI, ela fez um breve comentário sobre: ‘Será que o meu nome está na lista?’

Então, falou que em diversas fases de nossas vidas nos preocupamos em sermos incluídos em alguma lista: de aprovados no vestibular, de convidados para um casamento, de premiados em algum concurso etc. E concluiu dizendo que, independentemente dos resultados, sempre haverá alguma outra lista para torcermos estar nela, porque a vida continua.

Naquele dia, fiquei pensando: ‘Puxa, em quantas listas já fiz parte e em quantas eu também já fui excluído!’ Os coordenadores dos movimentos Ovisa e Cursilho, por exemplo, alegram e chateiam muita gente todo ano quando divulgam os nomes daqueles que irão trabalhar! E servir a Deus é tão bom que todos que experimentaram não querem parar! Tenho dito que fiquei igualmente feliz quando vi, pela primeira vez, outra pessoa no meu lugar em algum grupo de evangelização, porque reconheço que muitos merecem as mesmas oportunidades que já tive. Mas, infelizmente, nem todos os agentes pensam assim e alguns são capazes de se afastar da comunidade que servem se não forem incluídos em determinadas listas.

Conheço a história do colar perdido da rainha. Era uma joia rara, com muitos diamantes e pedras preciosas, que um dia foi levado do castelo por uma ave de rapina. A recompensa oferecida foi tão grande que todos do reino puseram-se a procurar. Uns vasculhavam os pastos, outros subiam no alto das montanhas, alguns procuravam nos ninhos de águias e gaviões, enfim, não faltava esforço para se tornar um cidadão muito rico.

Alguns meses depois, o bobo da corte não mais conseguia divertir os nobres devido à tristeza do colar perdido. Então, foi conversar com um sábio, que lhe disse:

– Você está muito preso nas coisas do mundo e nada vai melhorar se continuar assim. Olhe mais para as coisas do alto.

Aquelas palavras o entristeceram ainda mais, porque não viu sentido no conselho dado pelo bom homem. Foi quando resolveu fazer um longo passeio a pé pelo bosque e, ao passar por um grande lago de águas turvas, viu a imagem do colar real no fundo. Era um depósito de lixo e a sujeira boiava por toda parte, mas, não hesitou em colocar o braço no lago e tentar pegar a joia. Passou horas tentando e percebeu que não alcançaria. Veio a noite e o bobo dormiu no local – para vigiar aquilo que todos procuravam.

No dia seguinte, criou coragem e mergulhou na água contaminada. Ia, voltava, e nada de encontrar. Somente quando saía do lago, enxergava novamente o colar no fundo. Mais alguns dias tentando e percebeu que estava doente de tanto engolir água suja. Deitou com as costas no chão e, olhando para o alto, viu o colar pendurado no galho de uma grande árvore. Voltando a olhar para o lago, constatou que a imagem da preciosa joia refletia na água.

Sem forças para subir nos galhos e apanhar o colar, continuou deitado, pensando nas palavras do sábio: ‘Olhe mais para as coisas do alto’. Em pouco tempo, ele deixou de fixar os olhos no colar, passou a contemplar a beleza do céu, rezou, pediu perdão ao Criador e morreu em paz.

Quando os súditos do rei o encontraram, viram que seus olhos estavam arregalados para o céu. Tentando entender o que ele olhava antes de morrer, acharam o colar na árvore. Então, o bondoso monarca resolveu repartir a recompensa entre todos que procuraram a joia; e o bobo da corte ficou fora da lista! Mas, e na lista daqueles que entraram no Céu, será que ele não fez parte?

Você daria a sua vida para ganhar o Paraíso? Você pensou: ‘Talvez hoje não’. Acertei? Pois é, isso mostra que não confiamos plenamente nas promessas de Cristo! Se o Céu é um lugar onde corre leite e mel, onde não há tristeza e só tem gente boa, por que adiar tanto essa viagem? Aqui também é bom, não é mesmo? Sem pecados, concordo que sim.

Bem, prepare-se porque novas listas de pecados estão chegando: amigos que se reúnem para falar mal dos outros; pessoas que excluem os pobres da mesa farta; criaturas que não perdoam aqueles que erram... lista dos que vão para o purgatório... lista dos que não irão se salvar!

Se tiver juízo, reserve seu lugar em outras listas: daqueles que atendem os chamados de Deus; daqueles que amam o próximo; daqueles que lutam pela paz e pela justiça social... lista dos amigos do Sagrado Coração... lista dos devotos de Nossa Senhora... lista dos que buscam a salvação eterna!

Escreva o seu nome na lista que desejar, mas antes que ela seja divulgada.

 

 

 

PAULO ROBERTO LABEGALINI - Escritor católico. Vicentino de Itajubá - Minas Gerais - Brasil. Professor doutor do Instituto Federal Sul de Minas - Pouso Alegre.‘Autor do livro ‘Mensagens Infantis Educativas’ – Editora Cleofas.

 



publicado por solpaz às 16:18
link do post | comentar | favorito
|

Europa
mais sobre mim
Brasil
arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
Foz Coa
links