PAZ - Blogue luso-brasileiro
Quarta-feira, 22 de Setembro de 2010
CINTHYA NUNES VIEIRA DA SILVA - EU NÃO SABIA !

                     

 

 

De uns tempos para cá, parece que virou moda as pessoas fazerem coisas erradas ou serem com elas coniventes e, quando tudo vem à tona, dizer que não sabiam de nada. Tá certo que ninguém precisa se incriminar, mas há determinados setores nos quais essa “estória” não cola ou, ao menos, não devia colar...

Ando muito cansada dessa estranha mania que a cada dia vai ganhando mais adeptos, segundo a qual, para fugir das conseqüências e responsabilidades, as pessoas não somente negam qualquer participação, bem como qualquer conhecimento sobre fatos ou pessoas. A culpa é sempre do outro, da elite branca (que, diga-se de passagem, não faço a menor idéia de quem seja!), do clima, do vizinho, da mãe ou do mordomo.

Estamos em plena campanha política, em meio ao mais do que sério momento de decisão sobre os rumos do país, sobre o futuro das nossas vidas como cidadãos, como trabalhadores e, não mais, mas não menos importante, como contribuintes! O que mais vemos, lamentavelmente, nessa hora, são exemplos do que não gostaríamos ou não deveríamos ver. A todo instante surgem denúncias e mais denúncias, reportando à  população as práticas mais obtusas, menos dignas do que desejamos para aqueles que nos governam ou nos querem governar. Diante de provas dos fatos, entretanto, a defesa recorrente é dizer que não se sabia de nada, nadinha da silva...

Também ando cansada desse discurso idiota de elite para cá, elite para lá. Se eu acuso alguém de algo, é meu dever mínimo dar nome aos bois. Assim, se essa tal de elite é culpada das mazelas do Brasil, tá na hora de dizer quem ela é, até para que possamos dar-lhe o sagrado direito do contraditório. Muitas vezes, parece-me que ser da classe “mérdia” é uma senhora desvantagem, pois se não mantenho contas nas Ilhas Cayman, também não tenho direito à bolsa coisa nenhuma, seja Victor Hugo ou família.

Minha suspeita é de que daqui por diante, o melhor será dizer, eu também, que não sabia! O quê? Conta de luz? Tinha que pagar? Eu não sabia!!! Pagar IPTU, IPVA? Gente, eu não sabia!!! Não podia estacionar aí? Aff, eu não sabia! Meu Deus, a gente precisa trabalhar e estudar para ser alguma coisa na vida? Ah, isso eu juro que não sabia, de verdade...

Mas não é só na política que as pessoas se escusam das responsabilidades e bem é verdade que essa postura não é exclusiva de determinadas pessoas ou partidos, só que já está ficando chato, repetitivo, ouvir as mesmas conversas, as mesmas desculpas, as mesmas justificativas sobre o injustificável.

Talvez essa postura diante da vida, seja ela da pública ou da pessoal, seja uma decorrência do sentimento de impunidade que nos acompanha. Parece que só precisamos mentir um pouco, o suficiente para que as pessoas se esqueçam e pronto! Nada mais do que isso... Talvez estejamos nos acostumando, acovardados pela falta de punição ou pela falta de consciência. Depois de tudo, porém, quando estivermos diante de nossos novos governantes, sejam eles quem forem, só não vai dar para dizermos, nós também, que de nada sabíamos, tal qual a mãe que vê o filho, menor de idade, chegar em casa repleto de relógios e roupas caras e depois dizer, aos prantos, que não sabia que ele mexia com o que não devia. O preço, indubitavelmente, vamos pagar...

 

CINTHYA NUNES VIEIRA DA SILVA- Advogada, mestra em Direito, professora universitária e escritora - São Paulo



publicado por Luso-brasileiro às 18:42
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links