PAZ - Blogue luso-brasileiro
Segunda-feira, 27 de Setembro de 2010
PAULO ROBERTO LABEGALINI - PESQUISA DE OPINIÕES

 

                                            

 

 

 

Contam que na carpintaria houve uma estranha assembléia. Foi a reunião das ferramentas para acertar suas diferenças. O martelo exerceu a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar. A causa? Fazia demasiado barulho e, além do mais, passava todo o tempo golpeando os outros.

O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que também fosse expulso o parafuso, dizendo que ele dava muitas voltas para conseguir algo. Diante do ataque, o parafuso concordou, mas, por sua vez, pediu a exclusão da lixa. Dizia que era muito áspera no tratamento com os demais. A lixa acatou, com a condição de que expulsassem a trena, que sempre julgava os outros segundo a sua medida, como se fora a única perfeita.

Nesse momento entrou o carpinteiro, juntou o material e iniciou seu trabalho. Utilizou o martelo, a lixa, a trena e o parafuso. Finalmente, a rústica madeira se transformou num fino móvel. Quando a carpintaria novamente ficou só com as ferramentas, a assembléia reativou a acirrada discussão. Foi então que o serrote tomou a palavra:

– Senhores, ficou demonstrado que temos defeitos, mas o carpinteiro trabalha com nossas virtudes. Assim, não pensemos em nossos pontos fracos e concentremo-nos nos fortes. Somente juntos faremos um trabalho de excelente qualidade.

Como resultado, a assembléia entendeu que o martelo era forte, o parafuso unia os demais, a lixa era especial para limar asperezas e a trena era precisa. Sentiram-se então como uma equipe capaz de produzir móveis de gabarito. Imperou a alegria pela oportunidade de trabalharem juntos.

O mesmo ocorre com os seres humanos. Quando uma pessoa busca defeitos em outra, a situação torna-se tensa e negativa. Ao contrário, quando se busca os pontos fortes dos outros, florescem as melhores conquistas humanas. É fácil apontar defeitos e qualquer um pode fazê-lo, mas encontrar qualidades, isto é para os humildes e corajosos.

E corajosos foram também os vereadores da Câmara Municipal de Itajubá. Deixando para outras oportunidades alguns justos reconhecimentos a tanta gente boa que reside na cidade, resolveram homenagear dez pessoas com o título de ‘Cidadão Honorário’. Eu agradeço imensamente fazer parte da lista e comentarei a cerimônia no próximo artigo.

Que bom seria se a raça humana se comportasse com respeito e educação no convívio com o próximo, não? O mundo seria perfeito e as homenagens poderiam ter o critério de sorteio, onde qualquer cidadão mereceria o aplauso da população. Infelizmente, sentimentos negativos ainda moram em muitos corações.

Ataques pessoais diversos acontecem a todo instante em toda parte, e para não particularizar exemplos, cito esta provocação em forma de piada:

Uma convenção de todas as cervejarias aconteceu no Brasil. Muita gente famosa estava por lá: presidentes da Kaiser, da Brahma, da Antártica, da Skol e de outras fabricantes. No final do dia, os executivos decidiram beber alguma coisa no bar.

O presidente da Kaiser chegou pedindo em voz alta:

– Garçom, me traz uma Kaiser, por favor.

O presidente da Antártica não deixou por menos:

– Amigo, me vê uma Antártica bem gelada!

O Presidente da Brahma pediu uma maravilhosa Brahma, e assim por diante, até que o garçom, já premeditando a resposta, perguntou ao presidente da Skol o que ele iria beber. Para a surpresa dos presentes, o executivo calmamente disse:

– Por favor, me dá um suco de laranja.

Então, um de seus ‘colegas’ perguntou:

– Por que você não pediu uma Skol?

Mostrando indiferença, ele respondeu:

– Se vocês não vão beber cerveja, eu também não vou!

E como o final desta semana premiará nossos representantes na política, façamos nossas orações para termos um clima de paz e que o bem da Nação esteja em primeiro lugar. Precisamos de um Brasil cada vez mais justo, mais fraterno com os pobres, além do freqüente combate à corrupção, para um dia não ouvirmos mais histórias como esta:

A Organização das Nações Unidas fez uma grande pesquisa mundial. A pergunta era: ‘Por favor, diga honestamente qual sua opinião sobre a escassez de alimentos no resto do mundo’. O resultado foi desastroso.

Os alemães não entenderam o que é ‘escassez’; os africanos não sabiam o significado da palavra ‘alimentos’; os argentinos desconheciam a expressão ‘por favor’; os americanos perguntaram o que quer dizer ‘resto do mundo’; os cubanos pediram explicações sobre ‘opinião’; e os políticos brasileiros estão até hoje debatendo o significado de ‘honestamente’.

Após a eleição, peçamos a Deus que:

Se for para esquentar, que seja no banho de sol. Se for para chorar, que seja de alegria. Se for para mentir, que seja a idade. Se for para roubar, que seja um beijo. Se for para perder, que seja o medo. Se for para ter guerra, que seja de travesseiros. Se for para ter fome, que seja de amor. Se for para ser feliz, que seja o tempo todo... a caminho do Paraíso.

Pesquise e faça bem feita a sua parte neste domingo.

 

PAULO ROBERTO LABEGALINI --    Escritor católico, Professor Doutor da Universidade Federal de Itajubá-MG. Pró-reitor de Cultura e Extensão Universitária da UNIFEI.

 

        No próximo dia 28 de Setembro, pelas 20H00, o Sr. Prof. Doutor Paulo Roberto Labegalini, receberá o  titulo de Cidadão Honorário da cidade de Itajubá, que lhe será entregue pela Câmara Municipal, em cerimónia solene.



publicado por Luso-brasileiro às 19:42
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links