PAZ - Blogue luso-brasileiro
Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2016
HUMBERTO PINHO DA SILVA - UMA NOVA PRAGA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estava neste fim-de-semana a almoçar num restaurante bairradino, com familiares, quando toca o telemóvel.

Apressei-me a procurá-lo. Pedi licença para levantar-me e verifico que a chamada era realizada por número desconhecido.

Será algum cliente? - Pensei de mim para mim.

Não era.

 Era empresa de comunicação a oferecer-me seus serviços:

- “ Fala da X. Boa tarde. Qual é a sua empresa fornecedora de Internet e TV?”

Respondi-lhe – estava aborrecido de me ter ausentado da mesa, interrompendo a conversa que mantinha, – que: “ Não interessa…”

- “ É que venho oferecer-lhe melhores vantagens.” - Insistia a menina.

- “Desculpe - respondi, - mas não estou interessado. Sinto-me satisfeito com a minha empresa, e não pretendo mudar.”

- “ Mas a nossa é melhor! … Quanto paga pelo serviço prestado?”

Cortei a conversa e vim para a mesa, comentando o atrevimento dessa empresa, que durante semanas não parava de incomodar-me, por vezes, com dois telefonemas diários.

Outrora era o telefone fixo que não parava de tocar: eles eram: pedidos de contributos para criancinhas abandonadas; prendes oferecidas em troca de respostas a inquérito; sondagens de empresas…

Agora é o telemóvel que não me deixa descansar.

Resolvi não atender números desconhecidos… mas os negócios? Alguém pode necessitar de comunicar comigo.

Mandei, há muito, cortar o nome da lista telefónica. Resultou. Mas agora é pior, porque apanha-nos: na rua, no carro, no transporte publico, em toda a parte….até no quarto de banho! …

É praga pior ou igual à do Egipto, que não nos deixa.

Como descobrem o número?

Sei que muitos compram endereços eletrónicos e números telefónicos; outros, utilizam o número que vamos dando, quando nos solicitam; e ainda outros, possuem listas “confidenciais”, como disse certa menina, quando lhe perguntei como descobrira o meu telemóvel.

Não haverá meio de nos livrarmos dessa praga arreliadora?

 

 

 

HUMBERTO PINHO DA SILVA   -   Porto, Portugal



publicado por Luso-brasileiro às 11:30
link do post | comentar | favorito

EUCLIDES CAVACO - IRONIA DO TEMPO
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Na viragem de mais um momento da contagem convencional do tempo aqui partilho este poema declamado sobre o poder que o tempo tem.
Ouça e veja esta minha versão poética em PS ou aqui neste link:
 
 

http://www.euclidescavaco.com/Poemas_Ilustrados/Ironia_do_Tempo/index.htm
 


FELIZ 2016

 
 
EUCLIDES CAVACO - Director da Rádio Voz da Amizade , Canadá.
 
 
 
 
 
***
 
 
 

 

AMOR E PAZ NO MUNDO

 
 
 
 
 
Clarisse.jpg
 
 
 
 
 
 
 

                           Com Amor se cria a Paz no coração

                           A Paz que cria Amor do nosso agrado,

                           Façamos dele vela em digressão

                           Pelo mundo a torná – lo mais amado.

 

 

                            O Amor, Deus quer que seja consagrado

                            Voando pela terra, mão em mão,

                            Como chama de luz, abençoado,

                            E a ele todos tenham adesão.

 

 

                            Se seguíssemos bem o Evangelho

                            E a lei de Deus reinasse por conselho,

                            O lar de cada qual era perfeito.

 

 

                            Logo o mundo se erguia em oração

                            Sem que faltasse ao pobre nenhum pão

                            E às crianças a Paz que têm direito.

 

 

 

  Clarisse Barata Sanches - Góis - Portugal



publicado por Luso-brasileiro às 11:27
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links