PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2016
JOSÉ RENATO NALINI - ERA DE SE ESPERAR

 

 

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para José Renato Nalini

 

 

 

 

 

 

 

Conforme se previa, os colossos estruturais edificados para a Copa do Mundo estão produzindo o efeito esperado: enormes prejuízos. Muitas dezenas de milhões acumulam nos dois últimos anos e representam um testemunho a mais da imprevidência brasileira.

O Brasil se comporta como aquele pobre que não quer admitir sua miserabilidade e quer se mostrar remediado para os mais ricos. Gasta sem pensar, para “fazer bonito” e depois seja o que Deus quiser… Lembra bem os apuros em que se meteu o anfitrião do filme “Passagem para a Índia”, não querendo frustrar seus convidados.

Agora estão aqueles imensos espaços condenados à ociosidade. Custando dinheiro ao povo sofrido. Sem perspectivas de aproveitamento útil. Mas restam opções. Oferecê-los à iniciativa privada que sobrevive quando o governo não atrapalha. Alugá-los às confissões religiosas que propalam reunir milhões de pessoas em busca da transcendência, já que a vida real está muito triste.

Promover grandes concursos de ginástica, de banda, de conjunto de rock, rave, punk, música sertaneja, música caipira, ballet, artes marciais, etc. etc. etc. Se tudo isso não der certo, haveria a possibilidade de sua destinação para abrigar os arquivos mortos da Justiça brasileira. Experimentem apurar quanto é que o povo paga para guardar processos findos. Só em São Paulo, são quase cem milhões de processos, que merecem tratamento mais privilegiado do que as pessoas. Pois há inúmeros seres humanos morando em palafitas, sob viadutos, nas praças públicas e nos desvãos dos logradouros. Enquanto isso, os processos habitam ambiente climatizado, armazenados em caixas metálicas e localizados por robôs. Primeiro mundo para papel sem serventia, quinto mundo para as pessoas.

Resta ainda a conversão de todos esses estádios em enormes circos. Retorno à época do final do Império Romano, em que o populacho se satisfazia com o “panis circensis”, para não prestar atenção ao que ocorria na gestão da coisa pública. A única diferença é que o pão está começando a faltar na mesa do pobre. A inflação, que uma geração não chegou a conhecer, está à vontade, embora maquiada, a tirar alimento dos hipossuficientes. Em compensação, há muito espaço e muitos atores para prestigiar as artes circenses.

 

Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 21/01/2016

 

 

JOSÉ RENATO NALINI   -   Secretário da Educação do Estado de São Paulo.



publicado por Luso-brasileiro às 11:52
link do post | comentar | favorito

FELIPE AQUINO - A MULHER CRISTÃ E A MODA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“É mais importante agradar a Deus do que aos homens” (At 4,19).

Recentemente, recebi pela internet um texto interessante, não sei quem é o autor, mas achei interessante transcrever aqui para que pudéssemos refletir:

“Quatro mulheres foram em uma reunião usando roupas muito indecentes que mostraram muito bem seus corpos. O líder do lugar deu-lhes uma boa olhada e disse-lhes para se sentar. Depois de olhar nos olhos delas disse algo que nunca vou esquecer na vida:

– Senhoras, tudo o que Deus tem feito valioso neste mundo é bem coberto e difícil de ver, encontrar ou obter. Por exemplo:

 

  1. Onde você pode encontrar os diamantes? No fundo de uma caverna, coberta e protegida.
  2. Onde estão as pérolas? No oceano, coberto e protegido em uma bela concha.
  3. Onde você pode encontrar ouro? Sob a terra, coberto com camadas de rocha e para obtê-lo você tem que trabalhar duro e cavar fundo.

 

Ele tendo dito isso, se virou para olhá-los atentamente e falou:

– Seu corpo é sagrado e único. Você é mais preciosa do que o ouro, diamantes e pérolas, e deve ser coberto também. E se você se preservar, se você mantiver seus preciosos minerais como ouro, diamantes e pérolas profundamente cobertos, uma mineração organizada e respeitável com a maquinaria necessária vai realizar anos de exploração extensiva.

Primeiro você terá contato com o governo (a família), vai assinar contratos profissionais (casamento) e desenhar profissionalmente (casamento civil). Mas se você deixar seus preciosos minerais na superfície da terra, você sempre irá atrair um grande número de mineiros ilegais para entrar e explorar ilegalmente …

cpa_como_fazer_a_vontade_de_deus[1].jpg

Vista-se bonita, mas decente! Seu corpo é bonito, seu corpo é um tesouro, e um dia um homem bom, digno de descobrir você vai se sentir feliz em fazê-lo…”

Lendo esta reflexão, lembrei-me de uma frase do Papa
São João Paulo segundo às mulheres: “Esconda a beleza do teu corpo para que as pessoas apreciem a beleza de tua alma”.

Isso é uma grande verdade. Sempre me impressionou o fato da mulher ser a última criação de Deus. Sempre vi nisso algo de especial. Ora, se Deus criou o mundo em “seis dias”, e foi fazendo tudo surgir numa ordem crescente de perfeição: minerais, vegetais, animais, homem e mulher; então, a mulher é a mais linda criação de nosso Pai. Isto me faz entender um pouco melhor a sua beleza, e também as suas dores. De um lado é a mais linda das criaturas, não só na beleza do corpo, dos olhos, dos cabelos, das mãos, que fascinam os homens; mas especialmente pela beleza do seu espírito: delicada, sensível, doce, detalhista, suave e frágil como uma flor de pessegueiro, mas, às vezes, paradoxalmente, rígida e forte como uma lâmina de aço. Ela é a mais linda flor que o divino Jardineiro plantou nesta Terra; foi criada para ser mãe, tal como a terra para dar o fruto. A mulher traz um toque especial do criador, por isso, precisa cada vez mais conhecer o seu valor e saber se preservar.

No entanto, se a mulher quiser exaltar e mostrar seu corpo, pode ser que os homens não prestem atenção em seus valores intelectuais, morais e espirituais. Se ela ressaltar seu aspecto sexual, pode ser que eles valorizem mais suas formas físicas que a sua bondade; se usarem roupas provocantes para marcar e modelar o seu corpo, pode ser que eles valorizem mais seu exterior do que seu interior, mais suas “curvas” do que o seu caráter… e tudo isso acaba por desvalorizá-la. Sinto que algumas mulheres não percebem que são levadas por uma moda que lhes leva a se vestir de uma maneira não adequada. A falta de pudor, provoca instintos e paixões, e fere a dignidade humana. A pureza do coração é a qualidade que nos permite ver o verdadeiro valor do outro.

Jesus disse aos homens: “Todo aquele que olhar para uma mulher com desejo malicioso já cometeu adultério com ela em seu coração” (Mt 5,28). Ora, isto torna-se para os homens algo mais difícil de viver se as mulheres se vestirem de maneira inconveniente. Digo isso, porque já ouvi muitos homens que querem viver a castidade, reclamando disso.

A falta de pudor, provoca instintos e paixões, e fere a dignidade humana. Eu noto que no Brasil esta tendência é muito mais exagerada que em outros países em que já estive.

Não há que se opor ao uso de roupas descentes para a praia, piscina, ginástica, etc., cada ambiente exige um tipo de roupa adequada, desde que se evite a imoralidade.

O corpo humano é criatura de Deus; é “templo do Espírito Santo” (1 Cor 3,16; 1 Cor 6,15.19) e traz em si as marcas da sabedoria do Criador. Mas dentro do ser humano, a afetividade nem sempre obedece à razão. Daí a necessidade de se evitar a excitação sensual. É preciso cuidar de nossa alma, mas também não podemos esquecer do nosso corpo. Se nos vestimos mal, de forma inadequada, podemos provocar pensamentos e atos impróprios e impuros. Aquele que olha com malícia deve cuidar para que lute contra isso, mas aquele que é olhado também precisa refletir, ter compaixão e se colocar no lugar do outro. Será que não estou sendo motivo de queda para o meu irmão?

 

Leia também: A Beleza e as dores da Mulher

 

A Sagrada Escritura ensina que Deus constituiu os primeiros pais em estado de santidade e filiação divina (“justiça original”), havia uma harmonia perfeita consigo mesmo, com a natureza e com Deus; então estavam nus, mas não sentiam rubor por isto (cf. Gn 2, 25); possuindo a amizade e a graça de Deus, desfrutavam de harmonia em si mesmos ou em seus instintos. Mas nossos primeiros pais pecaram, não se mantendo na fidelidade a Deus. Uma das consequências deste ato de rebelião é assim descrita pelo texto sagrado: “Abriram-se os olhos aos dois e, reconhecendo que estavam nus, prenderam folhas de figueira umas às outras e colocaram-nas como se fossem cinturões à volta de seus rins” (Gn 3, 7).

O homem sente vergonha de sua nudez em consequência do pecado, ao passo que antes deste não o sentia. O pecado despojou o homem da amizade e da graça de Deus, que o tornavam harmonioso. Para evitar as manifestações desta desarmonia, o homem passou a usar veste.

O Catecismo da Igreja nos ensina, quando trata da castidade que:

“A pureza exige o pudor. O pudor preserva a intimidade da pessoa, e consiste na recusa de mostrar aquilo que deve ficar escondido. Está ordenado à castidade, exprimindo sua delicadeza. Orienta os olhares e os gestos em conformidade com a dignidade das pessoas e de sua união” (n.2351).

“O pudor inspira um modo de viver que permite resistir às solicitações da moda e à pressão das ideologias dominantes” (n.2323).

cpa_sede_santos[1].jpg

 “A pureza cristã requer uma purificação do clima social. Exige dos meios de comunicação social uma informação que não ofenda o respeito e a modéstia” (n.2325).

A moda feminina, muitas vezes, procura mostrar e acentuar as partes do corpo da mulher que mais devem ser escondidas e não exaltadas. Então, há de se fazer um filtro; “Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém” (1Cor 6,12).

Enfim, as mulheres cristãs devem se nortear por aquilo que disse Exupèry: “O essencial é invisível aos olhos”. O poder das mulheres não está na sua sexualidade, mas na sua humanidade; então, ela deve procurar sua realização naquilo que é imperecível. “É mais importante agradar a Deus do que aos homens” (At 4,19).

 

 

FELIPE AQUINO Escritor católico. Prof. Doutor da Universidade de Lorena. Membro da Renovação Carismática Católica.



publicado por Luso-brasileiro às 11:31
link do post | comentar | favorito

HUMBERTO PINHO DA SILVA - VAMOS FALAR DE DEMOCRACIA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não vou abordar o que é democracia, nem tão pouco defini-la.

Para isso nada melhor do que disse Abraham Lincoln - famoso estadista Americano, que admiro, e considero político quase perfeito.

Digo quase, porque nada há perfeito. Perfeito só o Pai, como disse Jesus.

Lincoln, certa vez, definiu a democracia como sendo o: “ Governo do povo, pelo povo e para o povo”

Mas será, na prática, a democracia, isso?

Penso que muitos, como eu, que me estão lendo, duvidam.

Jean  Jaques Rousseau, asseverou: a verdadeira democracia é tão perfeita que é quase impraticável: “ Se existisse um povo de deuses, governar-se-ia democraticamente. Um governo tão perfeito não convém aos homens.”

Vem esta lenga lenga a propósito da conversa, que escutei:

Estava a saborear o meu cafezinho, quando se sentaram defronte de  mim, dois jovens, que falavam a meia-voz, mas cuja conversa era audível.

Dizia o mais jovem - julgo que seria estudante de Direito, por trazer o Código Civil:

- “No nosso País não há democracia. Na democracia plena, o povo escolhe os representantes de harmonia com os ideais e conduta.

-“Ora o que acontece não é isso. Vejamos: Conheço cidadão honesto, cumpridor dos seus deveres, que possui princípios semelhantes aos meu.

-“ Para ser eleito tem que se inscrever, como militante de um partido. Se o fizer, pode ser escolhido ou não, para  deputado.

-“ Na hipótese de o ser, posso escolhe-lo, como meu candidato.

-“Voto nele, porque sei que vai defender princípios morais que perfilho.

-“ Uma vez eleito - como é honesto, - irá cumprir o que prometeu….; mas acontece que quem manda,  no partido, por interesse pessoal ou de grupo, pretende que certa lei seja aprovada; lei que o meu candidato, discorda.

“ Como o líder obriga a disciplina de vota, o deputado, só tem duas alternativas: votar a favor, no que não concorda ou abandonar o partido, e -  quem sabe?, - a carreira política.

“ Assim assistimos a crentes a votar em leis contrárias à Lei de Deus, e homens incorruptos aprovarem leis que não concordam.

“ A isso chamamos de democracia. Devíamos apelidar de ditadura de clãs; de minorias, que subjugam os verdadeiros  representantes do povo “.

A conversa continuou, mas o que ouvi, foi bastante para reflectir sobre democracia, e como ela, muitas vezes, está ao serviço: do mais forte para esmagar o mais fraco.

Os referendos, são prova cabal disso: Se o povo vota “Não”, mas querem o “Sim”, repete-se, tantas vezes, quantas necessárias, até obterem o resultado desejado.

A Republica portuguesa foi alicerçada num regicídio e numa revolução. Perguntou-se, ao povo, o regime que queria?

No Brasil, só cem anos depois, quando se soube que o regime não perigava, é que se fez o referendo prometido, quando o Imperador foi expatriado!…

Por essas e outras, é que a democracia está desacreditada.

E desacreditada está a civilização cristã, que de cristã só tem o nome…Já nem o nome, porque há muito que rejeitou Cristo e Sua doutrina.

Por medo ou vergonha? Vergonha de quê?!; e medo de quem?!...

 

 

HUMBERTO PINHO DA SILVA   -   Porto, Portugal



publicado por Luso-brasileiro às 11:16
link do post | comentar | favorito

EUCLIDES CAVACO - AGUARELAS DE LISBOA
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Partilho convosco esta récita dedicada à cidade das 7 colinas e mil encantos que poderão ver e ouvir aqui neste link:
 
 

http://www.euclidescavaco.com/Poemas_Ilustrados/Aguarelas_de_Lisboa/index.htm
 


Desejos duma excelente semana
 
 
EUCLIDES CAVACO - Director da Rádio Voz da Amizade , Canadá.
 
 
 
 
 
***
 
 
 
 
PINHO DA SILVA   -   MINHA VIDA COM
TERESINHA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O rapaz da tinta verde 
 
 
 
 
 
 
 
 

001.jpg

 

 

 

002.jpg

 

 

 

 

003.jpg

 

 

 

 

 

 

(Continua para a próxima semana)

 

 

 

PINHO DA SILVA - (1915 – 1987). Nasceu a 12 de Janeiro, em Vila Nova de Gaia, (Portugal). Frequentou a Escola de Belas Artes, do Porto. Discípulo de Acácio Lino, Joaquim Lopes e do Mestre Teixeira Lopes. Primo do escultor Francisco da Silva Gouveia (autor da celebre estatueta de Eça de Queiroz).Vila-florense adotivo, por deliberação da Câmara Municipal. Redator do “Jornal do Turismo”. Membro da Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto. Foi Secretário-geral da ACAPPublicou " Minha Vida Com Teresinha", livro autobiográfico.

 

 

 

 

 ***

 

 

Congresso Internacional do Espírito Santo: génese, evolução e atualidade da utopia da fraternidade universal

 

http://www.congressoespiritosanto.net

 

 

Coimbra | Lisboa | Alenquer

Junho e Setembro 2016

 

 

Prestigiados Centros de Investigação da Universidade Aberta (CIDH), da Universidade de Coimbra (CECH e CHSC), da Universidade de Lisboa (CLEPUL) e a Reitoria do ISCTE associaram-se à Câmara Municipal de Alenquer e à Confraria da Rainha Santa Isabel para a promoção do Congresso Internacional do Espírito Santo: génese, evolução e atualidade da utopia da fraternidade universal

Este evento científico, sob o largo tema do Espírito Santo e a sua fecundação de utopias de concórdia, fraternidade, paz e justiça sobre a terra, propõe-se também assinalar a passagem de cinco importantes datas centenariais que se interligam na esperança ativa da construção de um mundo unido e melhor: 800 Anos da Fundação da Ordem Franciscana em Portugal; 500 Anos da Beatificação da Rainha Santa Isabel; 500 Anos do Primeiro Compromisso Impresso das Misericórdias; 500 Anos da publicação da Utopia de Tomás Moro e 300 Anos da criação do Patriarcado de Lisboa.    

 

Encontra-se aberto o período de apresentação de propostas para participação nas sessões científicas do congresso com comunicação académica.

 

  

PAINÉIS TEMÁTICOS

 

Pneumatologia e Teologias da História

 

Joaquim de Flora, a Doutrina das Três Idades e Joaquimismo

 

Metamorfoses da utopia da Terceira Idade da História

 

Posteridade espiritual e filosófica de Joaquim de Flora

 

Teologia do Espírito na Reforma Protestante e na Contra-Reforma Católica

 

A Rainha Santa Isabel: Santos enquanto espelho do Amor de Deus

 

A Rainha Santa Isabel: Santidade e Cristianismo

 

As devoções da Rainha Santa Isabel: as tradições e instituições do Espírito Santo

 

As devoções da Rainha Santa Isabel: a devoção à Imaculada Conceição de Maria

 

A Rainha Santa enquanto agente cultural

 

A Rainha Santa na Arte

 

A Rainha Santa na Literatura

 

A Rainha Santa Isabel: Culto e memória dos santos

 

A Rainha Santa Isabel: Cristianismo e intervenção social

 

A Rainha Santa Isabel: Religião e política

 

A Rainha Santa Isabel e a tradição franciscana

 

Cultura e Humanismo no séc. XVI

 

Cristianismo e Culturas no séc. XVI

 

A proliferação das confrarias do Espírito Santo e seu significado

 

Génese medieval das confrarias e das Festas do Espírito Santo

 

Fundação e ação dos Franciscanos na promoção do Joaquimismo

 

Franciscanos na criação de tradições e instituições paracletianas

 

Evolução e expressões modernas das Festas Paracletianas

 

Diáspora Portuguesa e Festa do Espírito Santo

 

Filosofia Portuguesa, a tradição joaquimita e o Espírito Santo

 

O Espírito Santo e a utopia do Quinto Império

 

Expansão Portuguesa e globalização das tradições do Espírito Paráclito e da devoção à Rainha Santa

 

A criação das Misericórdias e as experiências confraternais dedicadas ao Espírito Santo

 

Misericórdias e a institucionalização da utopia da Fraternidade Universal

 

Consciência de crise e a afirmação moderna do pensamento utópico

 

A fortuna da ideia e do conceito de utopia na Época Moderna

 

A Utopia de São Tomás Moro e a sua recriação

 

O pensamento utópico em Portugal: influências e originalidades

 

A fundação do Patriarcado de Lisboa e o lugar da capital portuguesa no quadro do pensamento utópico

 

O Espírito Santo, a utopia da Fraternidade Universal e a História das Ideias de Portugal

 

Atualidade do pensamento utópico e traduções contemporâneas da utopia da Fraternidade Universal

 

Espírito Santo: Arte e Utopia

 

 

Valores das inscrições com comunicação:

Até 31 de dezembro de 2015: €190

Até 31 de março de 2016: €250

Até 31 de maio de 2016: €300

 

*** Apenas serão admitidas à avaliação as propostas de comunicações com as respetivas inscrições efetivamente pagas.

 

Nota: Serão selecionadas as 4 melhores propostas de comunicação de jovens investigadores (até 29 anos) para serem distinguidas com certificado de prémio. Os premiados serão reembolsados do pagamento da inscrição com comunicação e com a oferta de um livro especial.

 

Para formalizar a apresentação de proposta de comunicação enviar para o e-mail do Secretariado Executivo (congresso.espiritosanto.2016@gmail.com): resumo da comunicação (máx. 2500 caracteres sem espaços), cinco palavras-chaves e resenha biográfica (máx. 15 linhas)

 

Mais informações e inscrições:

http://www.congressoespiritosanto.net

congresso.espiritosanto.2016@gmail.com

966 754 980

 

 

***



publicado por Luso-brasileiro às 11:03
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links