PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 3 de Março de 2018
VALDEREZ DE MELLO - UM PAÍS ÀS MOSCAS !

 

 

 

 

 

 

 

Valderez de Mello.jpeg

 

 

 

 

 

 

          

 

            Quem diria! Um mísero mosquito aniquila a Pátria! Enquanto governantes restam preocupados com empréstimos, parcelamentos, desvios de verbas, ou seja, a grande orgia orçamentária liberada pela assinatura da irresponsabilidade. Projetos dantescos coroados por valores triplamente onerados, propinas imensuráveis que foram parar descaradamente nas algibeiras das Excelências. O resultado: Hospitais inacabados, escolas abandonadas, educação de quinta categoria, serviço de saúde vergonhoso, seguridade social manipulada a desconsiderar o direito adquirido e total falta de segurança! A Pátria amada resta às moscas, literalmente, pois o certo é que além de tudo, um mosquito, fartamente alimentado pela falta de higiene e abandono das causas públicas, toma conta do país! Enquanto tudo acontece, brasileiros rufam os tambores, vestem  máscaras e fantasias e a alienação domina! Tudo virou festa para milhares de desempregados, através da vergonhosa férias coletivas, endossada pela benesse da bolsa família, em comemoração ao carnaval! Plantando dá, não plantando dão! Enquanto a iniquidade gargalha o lixo se acumula nas ruas, sarjetas e bueiros sufocam a tubulação. A chuva chega e o caos agasalha tudo: enchentes, acidentes, mortes e desespero. Eis o grande círculo vicioso gerado pela irresponsabilidade administrativa.

            Enquanto o povo canta e dança, entre brilhos e penachos, a consumir o néctar da alegria estupidamente gelado, na  calada  da noite, criminosos gargalham atrelados aos arranjos políticos e sorrateiramente são liberados para curtir férias em suas mansões, com o sagrado direito adquirido de receber seus rechonchudos proventos advindos dos cofres públicos.

            E a população, extasiada, rodopia em torno do grande poço da maior convulsão social da história do Brasil. A grande apoteose ainda  está por vir: O espetacular “pancadão” das urnas, com doações milionárias para  repartição entre asseclas. Imperativo lembrar que, tal e qual pilastras de sustentação, uma parte da população trabalha e literalmente encharca a camisa para o bem da nação. Sempre existirão os que catam o lixo, varrem as ruas, semeiam o trigo, o feijão, o arroz, alimentam os animais, produzem o pão de cada dia e pagam impostos. Enquanto os partidos dos trombadinhas, ávidos em ocupar espaço na política, bando de abutres, ardilosamente, vivem a sobrevoar a Nação em busca de vantagens ilícitas para alimentar o covarde sistema de escravidão  induzida, ou seja, por um côvado de pão, a servidão!

 

E o abutre sabe,

Que onde a injustiça campeia,

Sua mesa é sempre farta,

E seu bico não tem peia!

 

 

 

Valderez de Mello   -   Escritora e poetisa. Autora de Lágrimas Brasileiras.UM

 

 

 

 



publicado por Luso-brasileiro às 17:57
link do post | comentar | favorito

PÉRICLES CAPANEMA - O BOM PASTOR DÁ A VIDA POR SUAS OVELHAS

 

 

 

 

 

 

 

Péricles Capanema.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tenho lido sobre a situação dos católicos na China e despertam entusiasmo recentes atitudes do cardeal-arcebispo resignatário de Hong Kong, dom Joseph Zen, religioso salesiano, 85 anos, saúde delicada. Cada vez mais isolado nas cúpulas eclesiásticas, cada vez mais ligado e próximo ao católico comum, ao fiel que frequenta igrejas e sacristias (sou um deles). Por quê? Verba movent, exempla trahunt. Peçamos a Deus que em seus próximos passos continue a brilhar a fidelidade, coragem e lucidez.

 

O perfil atual de dom Joseph Zen o aproxima de um herói anticomunista, o cardeal Mindszenty (1892-1975) que resistiu primeiro ao governo fascista; depois se opôs ao governo comunista de Budapeste (foi preso, torturado e condenado à prisão perpétua em 1949). Ficou na cadeia até ser libertado pelos insurgentes de 1956, quando se refugiou na embaixada dos Estados Unidos. Também se opôs à política de aproximação de Paulo VI com os governos comunistas da Europa Oriental (a chamada Ostpolitk chefiada pelo cardeal Agostino Casaroli). A História já deu razão ao antigo primaz de Eztergom, situação que, aliás, lhe foi tirada por Paulo VI; o martirizado Cardeal era obstáculo aos acordos com Budapeste. Assim se referiu ao cardeal Mindszenty o prof. Plinio Corrêa de Oliveira: ““O non possumus firme de Vossa Eminência, repercutindo no mundo inteiro, vale por uma lição e por um exemplo próprios a manter os católicos na via da fidelidade aos ensinamentos tradicionais imprescritíveis, emanados da Cátedra de Pedro em antigos dias de luta e de glória. E é por esta razão que, a par da admiração, tributamos a Vossa Eminência um agradecimento profundo. […] O Reino Apostólico da Hungria recebeu desde Santo Estêvão a missão gloriosa de ser baluarte da Igreja e da Cristandade. Esta missão, ele a cumpre por inteiro em nossos dias, na Pessoa augusta de Vossa Eminência”.

 

Ressoam as palavras de Nosso Senhor: “Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas suas ovelhas. Porém o mercenário e o que não é pastor, de quem não são próprias as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas; e foge; e o lobo arrebata e faz desgarrar as ovelhas”, Evangelho de são João.

 

A parábola faz lembrar dom Joseph Zen. Pastor zeloso, recusa-se a virar as costas para ovelhas débeis e, congruentemente, sorridente acolher ferozes lobos. No caso, abrir as portas do redil. O cardeal chinês defende a Igreja subterrânea ▬ ameaçada de abandono e traição por muitos dos que a deviam proteger ▬ denunciando perigos mortais na aceitação do predomínio da Igreja patriótica (fantoche do governo), agora favorecida em sua subserviência nas tratativas levadas a cabo por diplomatas da Santa Sé. Sintoma horroroso da presente situação, noticiou o New York Times de 11 de fevereiro que um dos dois bispos católicos da Igreja subterrânea de quem a Santa Sé reclama a renúncia, dom Vicente Guo Xijin, bispo de Mindong, aceitou se demitir e ser substituído por um bispo da Igreja oficial, indicado pelos comunistas.

 

Dom Joseph Zen comentou no seu blog recentes declarações do cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado da Santa Sé, divulgadas por La Stampa. Começa assim: “Não há razões para temer uma igreja cismática criada pelo Partido Comunista. Desaparecerá com o colapso do regime. Mas será horrível uma igreja cismática com as bênçãos papais”.

 

O cardeal Pietro Parolin afirmou que iria curar as feridas dos católicos perseguidos na China continental com o “bálsamo da misericórdia”. Retrucou dom Joseph Zen: “Misericórdia para os perseguidores? Para seus cúmplices? Premiar traidores? Castigar os fiéis? Forçar um bispo legítimo a entregar seu lugar para um excomungado? De fato, é esfregar sal nas feridas. Noto que há continua menção à sua compaixão pelos sofrimentos de nossos irmãos na China. Lágrimas de crocodilo”.

 

“[Os católicos chineses] são vítimas da perseguição de um poder ateu totalitário. Empregar o bálsamo da misericórdia? Não há agravos pessoais para serem perdoados. Eles precisam ser libertados da escravidão. Esta situação dolorosa não foi criada por nós, mas pelo regime. Os comunistas querem escravizar a Igreja”.

 

Dom Joseph Zen relaciona a presente situação com o passado recente da Igreja: “[O cardeal Paroli] adora a diplomacia da Ostpolitik de seu professor, Casaroli”.

 

Em matéria do “Wall Street Journal”, 14 de fevereiro, o arcebispo resignatário de Hong Kong analisou as notícias de que a China exige que a Santa Sé aceite os sete bispos da chamada Igreja Patriótica, bem como que dois bispos fieis a Roma apresentem renúncia para dar lugar a dois indicados pelo governo. Sobre tais tratativas, advertiu o cardeal-arcebispo: “Você está colocando lobos na direção do rebanho e eles farão um massacre. Estão indicando más pessoas para serem pastores do rebanho”.

 

O que querem os católicos chineses? Responde o Purpurado em seu blog: “Verdadeira liberdade religiosa, que não prejudique, antes favoreça o verdadeiro bem da nação”.

 

Também foi claro a respeito de sua posição relativa ao Papa Francisco: “Continuo convencido que existe uma divisão entre a maneira de pensar de Sua Santidade e a maneira de pensar de seus colaboradores que se aproveitam do otimismo do Papa. Até que me seja provado o contrário, estou convencido que defendi o bom nome do Papa, tirando-lhe a responsabilidade das coisas erradas que estão sendo feitas por seus colaboradores. Se algum dia forem assinados estes maus acordos com a China, obviamente terão o apoio do Papa, então eu me retirarei em silêncio para uma vida monástica. Não serei chefe de rebelião contra o Sumo Pontítice, o Vigário de Cristo na Terra”.

 

 

 

PÉRICLES CAPANEMA - é engenheiro civil, UFMG, turma de 1970, autor do livro “Horizontes de Minas"

 

 



publicado por Luso-brasileiro às 17:49
link do post | comentar | favorito

FELIPE AQUINO - POR QUE REZAR ?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para os exercícios espirituais da Quaresma a Igreja recomenda o jejum, a esmola e a oração, além de outras práticas como a meditação da Palavra de Deus, a Via Sacra, as peregrinações aos santuários, a Confissão, etc…

 

Sem oração é impossível caminhar na fé e fazer a vontade de Deus. Ela é a nossa força; por ela os santos chegaram à santidade; e, sem ela ninguém experimentará a glória e o poder de Deus. O Senhor Jesus nos manda “orar sempre sem jamais deixar de fazê-lo” (Lc 18,1), e São Paulo nos recomenda: “Orar sem cessar” (I Tess 5,17). Jesus foi muito claro, “Sem Mim nada podeis fazer” (João 15,5).

A oração é para a alma o que o ar é para o corpo. Uma alma que não reza é uma alma que não respira; não tem vida. Ninguém pode servir a Deus sem muita oração, pela simples razão de que é Ele, e somente Ele, que realiza todas as coisas; nós somos apenas seus instrumentos. Quanto mais comungamos com Ele pela oração, mais nos tornamos um instrumento útil em suas santas mãos. É uma grande ilusão querer fazer algo por Deus, e para Deus, sem rezar. Esta é a maior tentação que sofremos: rezar pouco, não rezar ou rezar mal.

A oração pode mudar todas as coisas; o Anjo Gabriel disse à Maria: “Para Deus nada é impossível” (Lc 1,37). “Tudo é possível ao que crê” (Mc 9,23), nos garantiu o Senhor. E mais, “pedi e vos será dado” (Lc 11,9), “Tudo o que pedirdes na oração, crede que o tendes recebido, e ser-vos-á dado” (Mc 11,24).

São Paulo recomenda com insistência: “Orai em todo o tempo” (Ef 6,18), “perseverai na oração” (Col 4,2), “orai sempre e em todo o lugar” (1 Tim 2,8). “Antes de tudo recomendo que se façam súplicas, orações, petições, ações de graças por todos os homens…” (I Tim 2,1).

E São Pedro nos adverte: “Lançai em Deus todas as vossas preocupações porque Ele tem cuidado de vós” (1 Pe 5,7).

O Papa Paulo VI disse certa vez: “Quando consideramos as mais verdadeiras, mais profundas e, ao mesmo tempo, mais negligenciadas necessidades dos homens do nosso tempo, não podemos deixar de concluir pelo primado da oração no campo da atividade multiforme da Igreja. A Igreja é a sociedade dos homens que oram. Seu principal objetivo é ensinar a rezar”. “A Igreja proclama a identidade entre a oração e a caridade; afirma Bossuet: É certo que não existe senão a caridade que ora” (L’Osservatore Romano- 21/7/1966). “… A oração está no ponto mais alto da razão, no vértice da psicologia, no ápice da moralidade e da esperança.” (Idem – 14/3/1976).

Além do mais, o próprio Senhor nos deu o exemplo: “Entretanto espalhava mais e mais a sua fama, e concorriam grandes multidões para o ouvir e ser curadas das suas enfermidades. Mas ele costumava retirar-se a lugares solitários para orar” (Lc 5,15-16).

 

 

946931_70192391-225x300.jpg

 

 

Leia também: Como rezar?

Quando rezar?

Por que a Quaresma?

Por que se confessar?

Por que dar esmolas?

O jejum quaresmal

 

 

para_estar_com_deus.png

 

 

Há muitas formas de oração e todas elas são boas, desde que sejam feitas “com o coração”.

Reze “com o coração”, sem pressa, esqueça o relógio, e entregue-se ao Coração de Jesus. “Tudo pode ser mudado pela oração”.

O grande pregador de Notre Dame de Paris, Padre De Ravignân S.J., dizia: “ Meus queridos amigos, acreditem-me, depois da experiência de 30 anos de ministério, eu sinto o dever de notificar e testemunhar o seguinte: Todas as defecções e todas as deficiências; todas as misérias e todas as falhas; todas as quedas assim como os passos mais horríveis fora do caminho reto, tudo isto deriva de uma única fonte: falta de constância na oração”.

“Vivam uma vida de oração; aprendam a transformar qualquer coisa na oração, quer os sofrimentos, quer as dores e qualquer tipo de tentação”.

“Rezem na calma e na tempestade, rezem à noite como ao longo do dia, rezem indo e voltando, rezem embora se sintam cansados e distraídos”.

“Rezem também a contragosto e peçam a Jesus que agoniza no Jardim das Oliveiras e no Calvário aquela força e aquela coragem de rezar que Ele nos mereceu com suas dores e seu sangue”.

“Rezem, porque a oração é a força que salva, a coragem que dá a perseverança, a mística ponte lançada por Deus sobre o abismo que separa a alma de Deus.”

 

qual_a_importancia_da_oracao-1.png

 

 

São João Maria Vianney, sobre a oração, dizia: “Prestai atenção, meus filhinhos: o tesouro do cristão não está na terra, mas nos céus. Por isso o nosso pensamento deve estar voltado para onde está o nosso tesouro. Esta é a mais bela profissão do homem: rezar e amar. A oração nada mais é do que a união com Deus. Quando alguém tem o coração puro e unido a Deus, sente em si mesmo uma suavidade e doçura que inebria e uma luz maravilhosa que o envolve. Nesta íntima união, Deus e a alma são como dois pedaços de cera, fundidos em um só, de tal modo que ninguém mais pode separar. Como é bela esta união de Deus com a sua pequenina criatura! É uma felicidade impossível de se compreender “.

Santo Agostinho recomendou: “Ser orante, antes de ser orador”. “Falar com Deus, mais do que falar de Deus”. “Teu desejo é a tua oração; se o desejo é contínuo, também a oração é contínua”.

As orações geradas nos corações de grandes homens e mulheres da Igreja, de todos os tempos e lugares, que souberam, com o auxílio da graça de Deus e grande perseverança, “buscar o rosto de Deus”, no silêncio e na meditação, nos ajudam a rezar bem. Essas Orações, além de nos ajudarem a penetrar no coração de Deus, nos revelam também a profundidade da “sã doutrina”, cultivada pela Tradição e pelo Magistério, pois, como se sabe, “reza-se conforme se crê”, isto é, a oração expressa aquilo que nós cremos. Assim, os grandes homens e mulheres de Deus nos legaram através de suas orações, um riquíssimo tesouro de sabedoria e de fé.

Santo Afonso de Ligório disse que “quem reza se salva, quem não reza se condena”. Deus nos ama e quer estar conosco familiarmente. Ele disse pelo profeta Isaías: “ O nome de vocês está gravado na palma de minhas mãos” (Is 49,16). Feliz o cristão que adquiriu o hábito de conversar, coração a coração, familiarmente, com Deus!

 

 

 

 

FELIPE AQUINO Escritor católico. Prof. Doutor da Universidade de Lorena. Membro da Renovação Carismática Católica.



publicado por Luso-brasileiro às 17:38
link do post | comentar | favorito

PAULO R. LABEGALINI - SÓ POR HOJE, PROMETO....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Labegalini.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Além dos mandamentos sagrados da Lei de Deus, o Papa João XXIII cumpria outros dez mandamentos que ele mesmo elaborou. São eles:

Primeiro: Só por hoje, tratarei de viver exclusivamente este meu dia sem querer resolver o problema da minha vida de uma vez.

Segundo: Só por hoje, terei o máximo cuidado com o meu modo de tratar os outros. Serei delicado nas minhas maneiras, não criticarei ninguém e não pretenderei melhorar ou disciplinar ninguém senão a mim.

Terceiro: Só por hoje, me sentirei feliz com a certeza de ter sido criado para ser feliz, não só no outro mundo, mas neste também.

Quarto: Só por hoje, me adaptarei às circunstâncias sem pretender que as circunstâncias se adaptem todas aos meus desejos.

Quinto: Só por hoje, dedicarei dez minutos do meu tempo a uma boa leitura, lembrando-me, assim como é preciso comer para sustentar o meu corpo, assim também a leitura é necessária para alimentar a vida da minha alma.

Sexto: Só por hoje, praticarei uma boa ação sem contá-la a ninguém.

Sétimo: Só por hoje, farei uma coisa de que não gosto e se for ofendido nos meus sentimentos, procurarei que ninguém o saiba.

Oitavo: Só por hoje, traçarei um programa bem completo do meu dia. Talvez não o execute perfeitamente, mas, em todo caso, vou fazê-lo e me guardarei bem de duas calamidades: a pressa e a indecisão.

Nono: Só por hoje, ficarei bem firme na fé de que a Divina Providência se ocupa de mim mesmo – como se existisse somente eu no mundo – ainda que as circunstâncias manifestem o contrário.

Décimo: Só por hoje, não terei medo de nada. Em particular, não terei medo de gozar do que é belo e não terei medo de crer na bondade.

Que tal, durante um dia só, prometer fazer esses ensinamentos do Papa e deixar de pensar que seria desanimador se tivesse que praticá-los durante toda a vida? E, não causando nenhum mal, que tal renovar a promessa a cada dia?

Eu também não passo um só dia sem cumprir uma promessa: “Só por hoje, vou trabalhar na construção do Reino de Deus.” Que bom seria se você sempre quisesse estar ao meu lado cumprindo essa promessa!

 

 

 

PAULO ROBERTO LABEGALINI Escritor católico. Vicentino de Itajubá - Minas Gerais - Brasil. Professor Doutor do Instituto Federal Sul de Minas - Pouso Alegre.‘Autor do livro ‘Mensagens Infantis Educativas’ – Editora Cleofas.

 



publicado por Luso-brasileiro às 17:25
link do post | comentar | favorito

HUMBERTO PINHO DA SILVA - FALECEU O MAIOR EVANGELISTA DO SÉCULO XX

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com 99 anos, faleceu, nos Estados Unidos, o pastor Billy Graham.

O famoso evangelista, nasceu em Charlotte, Carolina do Norte, em: 07-11-1918. Casou, em 1943, com Ruth Bell. Tinha 5 filhos, 19 netos e 28 bisnetos.

Formou-se em Teologia, pela Faculdade de Wheaton, em 1943. Foi, até 1960, membro do Partido Democrata, e conselheiro dos Presidentes da América.

Em 1982, a convite do governo Russo, pregou na União Soviética, o que originou sérias críticas, de políticos, e de certa mass-media.

Convidou, em 1957, Martin Luther King, para pregarem juntos, em Nova Iorque.

Entre as suas obras, destaco duas – as mais conhecidas, – que todo crente deve possuir na estante, e lê-las com frequência. Trata-se de: “ Paz Com Deus”; e “ Mundo em Chamas”.

Embora fosse cristão, de denominação Baptista, os livros, destinam-se a todos os crentes.

Trabalhou na rádio e televisão, em programas, que atingiram milhões de ouvintes. A coluna. “ A Minha Resposta”, aparecia em várias jornais, nos Estados Unidos, e em muitos países de língua inglesa. Foi, igualmente, importante realizador de cinema religioso. Os filmes, que produziu, atingiram grande qualidade, e converteram, ao cristianismo, milhares de pessoas, em todo o mundo.

 

Billy.jpg

 

 

Ao referir-se a “ Paz Com Deus”, Billy Graham, escreveu:

“ Este livro foi escrito, não para teólogos ou filósofos, mas para o homem comum.

“O meu propósito é dar a esse homem comum, uma compreensão clara do novo caminho da vida, apresentado por um desconhecido Galileu, há quase dois mil anos.

“Temos sido demasiadamente levianos em matéria de religião. Com o aparecimento da bomba de hidrogénio e a possibilidade de surgir a bomba de cobalto, temos que enfrentar a sério os problemas da vida contemporânea.

PAZ COM DEUS foi preparado, poderíamos dizer, de joelhos. Sentimos a presença constante de Deus. A minha oração de cada dia será para que este livro seja usado, nesta hora de confusão e de crise, para te levar à paz com Deus.”

Termino, recomendando, mais uma vez, se me permitem, as duas obras citadas, nesta crónica, mormente aos católicos e agnósticos, porque os crentes evangélicos – segundo creio, – na sua maioria já as conhecem.

 

 

HUMBERTO PINHO DA SILVA   -   Porto, Portugal

 

 

 

billy_graham_ com o Papa João Paulo II

Com o Papa João Paulo II

 

 

 

martin-luther-e-billy-Graham

 

Com Martin Luther King

 

 

Queen-Elizabeth-e Billy

Com a Rainha Isabel da Inglaterra

 

 

Com Obama.jpg

Com Obama

 

 

 

Ruth-e-eu-não-temos-um-casamento-perfeito-declaro

Com a mulher 

 

 



publicado por Luso-brasileiro às 16:38
link do post | comentar | favorito

EUCLIDES CAVACO - QUEM SOMOS ?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Poema e voz de Euclides Cavaco.

Um poema para este fim de semana que partilho convosco,o qual nos convida a uma reflexão sobre a nossa existência. 
Sugiro aos meus amigos que vale a pena ouvi-lo aqui neste link:

https://www.euclidescavaco.com/quem-somos


Desejos dum magnífico fim de semana.
 
 

EUCLIDES CAVACO  -   Director da Rádio Voz da Amizade , Canadá.

 

 

 

 

***
 
 
 

logotipo_dj_dvc[1].png

 

 

 Palavra do Pastor, com Dom Vicente Costa, 

bispo diocesano de Jundiaí

3º Domingo do Tempo da Quaresma

 

https://youtu.be/br4NDAohAJc

 

 

 

***

 

 

O Concelho de Estarreja - 20-02-2018 (2).jpg

 "O Concelho de Estarreja" -20-02-2018

 

 

 

***

 

 

001 (2).jpg

 

 

 

 

 ***

 

 

PAN 2018 cartaz .jpg

 

 

  

 

***
 
 
 
 

 



publicado por Luso-brasileiro às 16:17
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links