PAZ - Blogue luso-brasileiro
Terça-feira, 27 de Setembro de 2011
MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE - O CHOQUE DA REALIDADE

 

 

 

Quarta-feira, dia 21 de setembro, alegrei-me por estar em uma classe do 1º ano do Ensino Médio da Escola Estadual “Parque Residencial Almerinda Chaves”. Destaco que admiro bastante a direção, a coordenação pedagógica, os professores e funcionários daquela escola, pelo interesse e empenho na formação de seus alunos e pela postura em relação a limites, que são essenciais para o equilíbrio e o discernimento do ser humano.

Uma palestra na escola foi proposta minha. O tema: “Os danos emocionais e sociais da promiscuidade sexual”.  Fico desassossegada com as campanhas dos setores de saúde dirigidas a adolescentes, a respeito de DSTs e gravidez,  que podem incentivar a promiscuidade com frases como: “Seja com quem for, use sempre camisinha” e “Você não precisa parar de transar. Precisa parar e pensar”. Como assim, “seja com quem for”? Não é ofensivo à moral dos adolescentes? E o “parar e pensar” está relacionado somente ao preservativo? Unir-se desordenadamente é promiscuidade sexual. Conheço bem, em 29 anos de convívio com mulheres em situação de vulnerabilidade, na Pastoral da Mulher/ Magdala, os estragos que carregam, feridas que não cicatrizam. Nos meus quase 29 anos de magistério, de 1973 a 2002, sempre vi as crianças e os adolescentes muito além do físico. Assim igualmente os vejo na Casa da Fonte – CSJ, na qual trabalho.

De início, os alunos me olharam com estranheza. Logo em seguida, notaram que refletir sobre a preservação da dignidade do indivíduo é um ato de amor. Ao final, responderam um questionário, identificando somente o sexo e a idade. Dos 37 alunos, 70% afirmaram desconhecer as sequelas emocionais e sociais da promiscuidade e situações decorrentes dela como compulsão pelo sexo, prostituição, abuso sexual infanto-juvenil, traumas, depressão etc. e a pornografia como vício.  97% concluíram que a promiscuidade pode ter consequências negativas no emocional da pessoa e 92,5%, que prazer de imediato, “seja com quem for”, não faz bem.  Uma das alunas, impressionada com a constatação do egocentrismo nos relacionamentos, sem uma proposta de amor, escreveu: “Como se o corpo da mulher fosse elástico e cheio de água. O homem satisfaz sua sede, amassa o corpo e joga fora”. Interessante os recados: que retornasse, para, em cada aula, aprofundar um dos itens abordados; a importância das considerações, já que ninguém aborda o emocional, e a formação dos pais nesse aspecto. Há quem indagou sobre os caminhos para se conter diante do desejo que nada acrescenta. Chamou-me a atenção a mensagem sobre a importância, para o jovem, do choque com a realidade é que é indispensável, aos pais, conversarem dessa forma com os filhos, para que não caiam nas desgraças do uso/abuso.

Fui convidada, ao término, pela direção da escola, a retornar. Que bom! Regressarei, pois creio que somente o amor é cataplasma – termo usado pela escritora Adélia Prado -, capaz de acalmar as dores existenciais.

 

Maria Cristina Castilho de Andrade

É educadora e coordenadora diocesana da Pastoral da Mulher/ Magdala, Jundiaí, Brasil



publicado por Luso-brasileiro às 15:25
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links