PAZ - Blogue luso-brasileiro
Terça-feira, 27 de Março de 2012
JOSÉ RENATO NALINI - OS PAIS DO DROGADO

                           

 

 

Acabo de ler o livro “Você meu filho”, de Jean Bothorel. O autor é comentarista político do “Le Figaro”, na França. Descobriu que seu filho de dezessete anos era drogado. Escreveu o livro numa espécie de monólogo/diálogo com o jovem. Os pais não cessam de se autoindagar: “Onde foi que eu errei?”. Era quase impossível reencetar o encontro com o filho que crescera confortado por todos os mimos materiais, mas que era um desconhecido para seu pai.

Os pais perguntam com quem o filho está saindo? O que ele vê na internet? Quais suas angústias, suas dúvidas, seus sonhos e ambições? O pai já fora fruto de uma rebeldia alimentada pelos Jack Kerouac (autor de “On the road” e “Dharma bums”), Allen Ginsberg, William Burroughs (“Naked lunch”), sem falar nos conterrâneos Sartre, Camus, Bataille, Gide, Malraux, Céline, Mauriac e Bernanos. Lembrava-se do próprio pai – o avô do viciado – que representara “a moral de outrora.

Personalizava um modo de ser, um catálogo de valores bem estabelecidos: o respeito à escola, o amor ao trabalho, a aversão à preguiça e aos preguiçosos, a lealdade e sobretudo o sentido da honra”. Quando se lembrou de “honra”, teve um sobressalto. A palavra foi esquecida e o conceito também. Honra, grandeza, probidade são gloriosas teorias desmoralizadas pelos poderosos que constantemente as empregam, sem nelas acreditar. Ele questiona:

“Por que desapareceram de nosso vocabulário essas palavras de que nenhuma educação, nenhuma instituição, nenhuma sociedade pode prescindir? A honra é uma ética. É uma valorização da pessoa. Pode até parecer ingenuidade, bobagem, mas a verdade é que o respeito-próprio é a base do respeito pelos outros. Por que jogamos fora ideias tão simples e tão importantes?”.

O jornalista fez o “mea culpa” e reconheceu ter feito o jogo do avestruz. Fazer de conta que nada acontece. Levar sua vida e propiciar ao filho todos os prazeres, não falar “não”, nada proibir, tudo permitir. Deu razão a François Mauriac, a lamentar: “É verdade que vivemos num mundo em que tudo é feito para corromper a infância, a adolescência e a juventude. Pagaremos caro, muito caro por isso”. Alguém consegue provar que isso não aconteceu e continua a acontecer?

 

 

José Renato Nalini é Corregedor Geral da Justiça do Estado de São Paulo, biênio 2012/2013. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br.



publicado por Luso-brasileiro às 11:59
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links