PAZ - Blogue luso-brasileiro
Domingo, 31 de Janeiro de 2010
PAULO ROBERTO LABEGALINI - FÉRIAS DE VERÃO

 

 

 

 

As férias de janeiro foram muito abençoadas para mim; primeiro porque eu precisava descansar um pouco depois da correria do final de ano, e também porque convivi com pessoas maravilhosas o mês inteiro. Nem as chuvas que castigaram tantas regiões atrapalharam meus passeios. Isso não significa que não fiquei triste com tantas desgraças ocorridas no Haiti, em Angla, São Paulo etc. Rezei algumas vezes pelas vítimas da nossa natureza tão agredida.

Iniciando os relatos pelo dia 19, estive na Matriz Nossa Senhora da Soledade para agradecer os 54 anos de vida e, quando lá chegava, o CD no carro começou a tocar ‘Graças Pai’. Fiquei arrepiado porque era exatamente o que eu queria dizer a Deus naquele momento. E sozinho no banco da igreja após o almoço, rezei um terço em agradecimento a tantas coisas boas em minha vida. Aproveitei para pedir bênçãos às pessoas que solicitam minhas orações e também a você, leitor deste renovado jornal. Não tenho dúvidas que o Santiago e o Trotta presentearão a região com grandes trabalhos.

No mesmo dia, alguns amigos foram ao meu apartamento me dar um abraço. Comentei que aquilo era inédito para mim porque sempre passei a noite do aniversário na missa. Gastamos bastante saliva e só falamos de coisas boas; também pudera, onde estão o Amaury, o Lenarth, o Elzo e o Wlamir, bons papos fluem com naturalidade. Ah, e ainda acabei combinando um retorno a Ubatuba no final de semana.

Antes, porém, fui com a família a Taubaté e resolvemos passar na Basílica de Aparecida para saudar a Mãezinha. Ao entrar no templo sagrado, o bispo que presidia a Celebração da Eucaristia se preparava para a distribuição da comunhão e a bênção do Santíssimo. Minha filha, Soraia, ainda comentou que não foi coincidência a nossa presença no Santuário naquele momento.

Chegou o sábado, dia 23, e descemos para a Praia das Toninhas. No mesmo condomínio estava a família do grande amigo Lenarth – um exímio cozinheiro! O macarrão com atum que ele nos recebeu foi elogiado por todos. Comentei que nunca mais comerei outro igual, e acharam que eu disse isso porque não gosto de atum. A verdade é que desceu gostoso. A fome também ajudou a ingestão. Hehehe...

Foram dias maravilhosos, mas quero enfatizar o que aconteceu na noite de 25 de janeiro. Chegamos à praça central de Ubatuba às 19h30 e reparei que a missa estava por começar na igreja matriz. Era dia de São Paulo, padroeiro dos cursilhos de cristandade; data importante para mim porque nasci na cidade de mesmo nome e me chamo Paulo. Participei da missa e me senti privilegiado por ter passado pelo local exatamente no início da Celebração. Também não foi simples coincidência, mas outro chamado para eu estar mais próximo de Deus nas férias.

E no dia seguinte, quando eu e minha esposa pegávamos a estrada de volta, atendi o sinal de um veículo que vinha atrás, pedindo que eu parasse. O motorista veio até meu carro com estas palavras: ‘O senhor é de Itajubá? Puxa, que sorte! Meu sogro, o doutor Renato, tem um carro igual ao seu e está voltando agora para Pouso Alegre com meus filhos gêmeos. Acontece que, por engano, levaram a minha carteira e me deixaram sem nenhum dinheiro. Preciso pagar o borracheiro e colocar gasolina para retornar a Santa Rita do Sapucaí. Sou professor lá há muitos anos! Pode me emprestar alguma quantia para me tirar desse apuro? Anotarei seu telefone e o pagarei assim que chegar’.

Moral da história: caí no golpe que nem um pato e perdi setenta reais! Foi tudo tão rápido, no meio da chuva, que acabei compadecendo daquele cidadão em dificuldade. Hoje, vejo que poderia ser pior. Depois que parei o carro, muita coisa ruim teria para acontecer se não tivéssemos proteção do Céu. Com certeza, o terço que rezamos no caminho nos ajudou a não sofrer mal maior.

Nestas férias também visitei minha netinha em Rio Negro, minha mãe e minha irmã em Monte Sião. Foram viagens muito agradáveis que me deram força para agüentar mais um período de saudades. Como é bom ser querido pela família e estimado pelos amigos! Mesmo não merecendo tantos presentes, a infinita misericórdia Divina me concede prêmios que nunca imaginei receber. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo por isto também!

Enfim, há anos eu não jogava pebolim, ping-pong, baralho, frescobol e disco na areia. Há bastante tempo eu não mudava tantas vezes de ambientes no mesmo mês. Nem me lembro se algum dia piquei cebolas para fazer vinagrete, mas executei com perfeição essa tarefa na praia! E além disso tudo, conheci três cursilhistas de Cachoeira Paulista e o padre Daniel de Cruzeiro. Ficamos amigos e irão ler este artigo também.

Estou lembrando agora da história do  menino que viu a mãe pôr um prato de lingüiça e torradas bastante queimadas defronte ao pai. O garoto nunca se esqueceu que o pai comeu as torradas com alegria e ainda perguntou a ele como tinha sido o seu dia na escola. No final do jantar, quando a mãe se desculpou por ter queimado a torrada, o pai sorriu e respondeu: ‘Eu adoro torradas queimadas’.

Qualquer semelhança da história com o macarrão com atum que comi na praia é mera coincidência.

 

 PAULO ROBERTO LABEGALINI- Escritor católico, Professor Doutor da Universidade Federal de Itajubá-MG. Pró-reitor de Cultura e Extensão Universitária da UNIFEI



publicado por Luso-brasileiro às 18:51
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links