PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 26 de Janeiro de 2013
MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE - CÁLCULOS NA PROSTITUIÇÃO

 

 

 

 

 

 

 

A prostituição é feita de cálculos perversos.  O “olheiro”  presume o quanto um corpo pode render, seja em valores monetários ou em satisfação para a carne. Se houver a perspectiva de vantagem, alicia, investe e corrompe.

Na primeira quinzena deste mês, o jornalista acreano Altino Machado, ex-repórter dos jornais O Estado de São Paulo, Jornal do Brasil e Folha de São Paulo, divulgou no Blog da Amazônia, por ele coordenado, matéria a respeito da Operação Delivery em Rio Branco (AC), que identificou uma rede de prostituição e exploração de menores naquela capital. Foram denunciados aliciadores e clientes. Integravam a rede pelo menos 25 adolescentes menores de 18 anos e 104 mulheres maiores de idade. Os usuários da rede são, segundo Machado, empresários, fazendeiros, comerciantes, políticos, integrantes do governo estadual, incluindo pais e filhos. Um dos nomes em destaque é o do ruralista Assuero Doca Veronez, presidente da Federação de Agricultura do Acre, que se encontra foragido.

Em entrevista ao blog, uma das garotas de programa, 22 anos e universitária, comenta sobre a crueldade do cafetão, que se considera dono das mulheres, exige obediência, servidão total.  Os pais e os noivos desconhecem que o que ela faz. À pergunta sobre sair da prostituição, após concluir a faculdade, responde: “Não vou mentir. (...) É um dinheirinho a mais que entra. (...) Muita gente que aponta ou critica as garotas de programa faz coisas piores”. (...) Pretendo me estabilizar financeiramente, pois todo mundo conclui faculdade e fica desempregado. (...) No dia que eu me estabilizar, quero ter filhos, casamento estável. Quando chegar a esse ponto, não vou mais fazer programa”. E a respeito de conselho a alguma jovem que pensa ou já pensou em se tornar garota de programa, ela afirma: “Estudar de verdade para não se atrasar. Terminar o ensino médio com 16 ou 17 anos, quando a gente ainda é novinha, ingressar na faculdade, estudar pra valer, arranjar um namoradinho, ficar noiva, casar, ter filho e jamais fazer programa. Uma coisa eu digo: programa vicia. (...) Outra coisa: conversar com os pais ajuda muito. (...) O meu conselho é que as garotas não aceitem fazer programa, não aceitem presentes de homens, pois isso é um jeito também de se prostituir”.

Raciocínio lógico: prostituir-se, seja do tipo que for, não vale a pena. Deforma o caminho do ser humano. Utilizar-se da prostituição é a mesma coisa.

E nesse tempo de comentários eufóricos sobre os Jogos Olímpicos e a Copa, ressurgem projetos de lei na Câmara dos Deputados com a proposta de regulamentar a prostituição como “benefício” a quem negociar o seu corpo para turistas estrangeiros.  Avanço, na realidade, para legalizar a função de cafetão e cafetina, que não passam de sanguessugas. Se aprovado, será o exercício torpe, sob o amparo da lei, de inserir seres humanos em calculadoras.

 

 

 

 

Maria Cristina Castilho de Andrade

Coord. Diocesana da Pastoral da Mulher – Santa Maria Madalena/ Magdala, Jundiaí, Brasil.



publicado por Luso-brasileiro às 12:16
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links