PAZ - Blogue luso-brasileiro
Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013
CINTHYA NUNES VIEIRA DA SILVA - TUDO NOVO DE NOVO

 

 

 

 

 

 

 

                  Fico aqui pensando que todo ano é praticamente a mesma coisa e esse pensamento me alegra, curiosamente. Aproxima-se mais um dia 31 de dezembro e embora todos saibamos que a nossa vida não vai mudar junto com o calendário, é praticamente impossível evitar que a esperança venha nos visitar.

 

            Naturalmente fazemos planos para o ano vindouro e, mesmo cientes, em nossos íntimos, que não daremos conta de parte deles, o fato de podermos idealizá-los acaba por nos fornecer as forças necessárias para um novo ciclo, para uma nova etapa da vida. E assim vamos seguindo em nossa caminhada por esse mundo...

 

            Como humanos, somos seres sensíveis, sujeitos a sentimentos que podem nos derrubar de forma mais eficiente do que uma tonelada de explosivos. Não raras vezes as pessoas sucumbem diante e por conta de si mesmas, derrotadas pelo que não se vê e não se sabe explicar, mas apenas se sente.

 

            Assim, acredito eu, viver uma vida sem a chance de se renovar, de se reinventar, seria quase uma sentença de prisão perpétua. Claro que não precisaríamos e nem precisamos de uma data para isso e que sermos mutáveis e mutantes é uma das características da humanidade, mas haver um momento socialmente coletivo para isso facilita e propicia o desejo de transformação como um todo.

 

            Gosto, particularmente, de pensar que no ano que se iniciará eu finalmente irei tirar do papel algumas idéias e projetos. Também gosto de imaginar que a grande maioria das pessoas está pensando em algo do gênero e que, por isso, pode ser que o mundo acorde um pouco melhor no dia 01 de janeiro de cada novo ano.

 

            Acredito, sinceramente, que a energia de milhões de pessoas sonhando com coisas boas, planejando uma vida melhor, tenha o condão de iniciar algum tipo de mudança. Se uma mísera parte do sonhado se tornar realidade, já terá valido a pena. Triste seria não sonhar, não acreditar que é possível alcançar aquela estrela, aquele amor, aquele emprego, aquela viagem, ou o que quer que dê sentido aos nossos corações e vidas.

 

            Por isso, gostaria de desejar a todos que acompanham, gentilmente, o que escrevo, que sonhassem, muito e de verdade, com uma vida e com um mundo melhor em 2014. Que nossos sonhos e esperanças, juntos, possam levar uma mensagem de amor ao Criador, tenha Ele o nome que tiver.

 

            Desejo que cada um de nós nunca perca a habilidade de sonhar, de acreditar, de ter a certeza de que a vida, para além de valer ser vivida, pode se renovar a cada ano, a cada dia, a cada beijo, a cada abraço, a cada nova criança que nasce e a cada sonho que se sonha...

 

            Seja bem vindo 2014 e transforme tudo em novo, de novo! E que assim seja por muitos e muitos anos...

 

 

 

CINTHYA NUNES VIEIRA DA SILVA -  Advogada, mestra em Direito, professora universitária e escritora   -  São Paulo.



publicado por Luso-brasileiro às 10:55
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links