PAZ - Blogue luso-brasileiro
Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013
MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE - " ENTÃO É NATAL..."

 

 

 

 

 

 

 

 

Empresto uma estrofe da música “Então é Natal”, versão de “Happy Christmas – War is Over”, de John Lennon: “Então é Natal, pro enfermo e pro são/ Pro rico e pro pobre, num só coração./ Então bom Natal, pro branco e pro negro/ Amarelo e vermelho, pra paz afinal./ Então bom Natal, e um ano novo também/ Que seja feliz quem souber o que é o bem”.

 

         Recordo-me do moço com quem conversei semana passada e repito comigo: “Que seja feliz quem souber o que é o bem”. Basta compreender o que é o bem para ser feliz?

 

Final de tarde. O moço nos olhou da porta da sede da Associação “Maria de Magdala” e pediu um pouco de água. Pele macilenta, olhar sem brilho. Inteiramente desencanto. Oferecemos-lhe um lanche e um pedaço de bolo. Aceitou de imediato e comeu com voracidade. Ao nos despedirmos, identificou-se. Conhecíamos mais a companheira, que resolveu desistir dele, após acreditar, inúmeras vezes, que não retornaria à droga. Foi verdadeiro: não consegue largar o crack, embora tenha passado por três internações.

 

Marceneiro de profissão, deram-lhe uma chance na área recentemente. Salário acima do que pretendia. Durante dois meses resistiu. Depois, as noites anteriores de descanso deixaram-se invadir pelo crack. Durante o dia, o emprego. Conforme nos disse, a marcenaria exige acabamento perfeito. O crack, porém, é das imperfeições. Iniciativa dele se desligar do serviço. Usou de sinceridade com o patrão: embora possuísse habilidades e conhecimento e a oportunidade da vaga fosse única, o crack o desautorizou a continuar.

 

Comentei que o primeiro passo ele dera: a honestidade em identificar sua impotência diante da droga.  É consciente do bem e do mal. Mas e o segundo passo, descrente de si mesmo no que diz respeito a dominar a vontade da pedra?

 

Falou-nos que um bom Natal, para ele, somente será possível se conseguir passar com a mãe. Mas e a rua com seus becos escuros e odores estranhos? Conseguirá ultrapassá-la com o propósito de chegar à casa materna? E as armadilhas dos olhares sanguinolentos a lhe propor a “última” pedra? Resistirá?

 

“Então é Natal” para o menino e a menina da periferia, filhos de famílias destruídas, que são presas fáceis da rua e tantos não se importam. “Então é Natal” para o menino e a menina que a criminalidade domou para lucro de terceiros. “Então é Natal” para os invisíveis das margens, dos quais poucos ouvem o grito de socorro. “Então é Natal” para a moça e o moço que desejam se libertar dos grilhões das drogas, insistem, teimam, mas não resistem.

 

“Então é Natal, o que a gente fez” pelos anônimos sociais na busca de uma estrela, como a de Belém, que os conduza à salvação?

 

“Então bom Natal”, leitora e leitor querido, como anjo, na história de tantas vidas, próximas de cada um, que buscam redenção!

 

 

 

 

 MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE - É coordenadora diocesana da Pastoral da Mulher – Santa Maria Madalena/ Magdala. Jundiaí, Brasil.

 

 



publicado por Luso-brasileiro às 11:03
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links