PAZ - Blogue luso-brasileiro
Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013
JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI - DIA MUNDIAL DA PAZ

 

 

 

 

 

 

 

 

Celebra-se quarta-feira, início de um Ano Novo, o DIA MUNDIAL DA PAZ. Trata-se de uma data de manifesta relevância, posto que “Paz e Direito são reciprocamente causa e efeito entre si: a Paz favorece o Direito, e por sua vez, o Direito favorece a Paz”.

                         

 

 

Em outubro de 1968 – o Papa Paulo VI instituiu o Dia Mundial da Paz, cuja primeira celebração ocorreu a 1º de janeiro de 1969, abordando o tema “A Promoção dos Direitos do Homem, Caminho Para a Paz”. De fato, ela se inspirou na celebração do vigésimo aniversário da proclamação dos Direitos do Homem, ocorrido em 12 de dezembro de 1968, pela ONU.

 

“Na verdade – disse Paulo VI – para que ao homem seja assegurado o direito à vida, à liberdade, à igualdade, à cultura, a desfrutar dos bens da civilização, à dignidade pessoal, é necessária a Paz. Onde quer que esta venha a perder o seu equilíbrio e a sua eficiência, os Direitos do Homem tornam-se precários e ficam comprometidos; onde não há paz, o direito perde o seu caráter humano. Mas onde não há respeito, defesa e promoção dos Direitos do Homem – quer dizer, onde se comete violência ou fraude contra as suas liberdades inalienáveis, onde se ignora ou se degrada a sua personalidade, onde se observam discriminações, escravatura e intolerância – aí não pode existir a verdadeira Paz. Porque Paz e Direito são reciprocamente causa e efeito entre si: a Paz favorece o Direito, e por sua vez, o Direito favorece a Paz”.

 

 

 

 

Efetivamente, estes são os princípios de fundo que devem constantemente embasar nossas condutas, para obtermos uma convivência mais justa e pacífica. E para que esses propósitos possam ser transformados em realidade, necessitamos continuar firmes na luta para reduzir as distâncias sociais, oferecendo a todos, condições dignas de educação, saúde, moradia, emprego, cultura e lazer. A título ilustrativo e para dirigirmos nossas energias aos grandes desafios que estão por vir, invoquemos o teatrólogo Bertold Brecht: - “Nós vos pedimos com insistência: não digam nunca ‘isto é natural’. Diante dos acontecimentos de cada dia, numa época em que reina a confusão, em que corre sangue, em que o arbitrário tem força de lei, em que a humanidade se desumaniza, não digam nunca ‘isso é natural’. Para que nada passe a ser imutável”.

 

            Tal postura requer uma inversão total daqueles supostos valores que induzem a procurar o bem apenas para nós mesmos: o poder, o prazer, o enriquecimento sem escrúpulos. Já se disse que a justiça é uma virtude moral que traz o verdadeiro equilíbrio às forças antagônicas. Fruto do amor, e por isso, sem esquecer-se do direito de cada um, supõe, conforme o caso, a misericórdia. Aliás, Dom Paulo Evaristo Arns disse, com muita prioridade: “O nome de Deus é justiça e a finalidade da convivência humana é a paz duradoura”. Santo Agostinho define a paz como “a tranqüilidade da ordem”. Assim, a  prática da justiça em cada pessoa vai gerar necessariamente a paz.

 

 

 

 

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI é advogado, jornalista, escritor e professor universitário .



publicado por Luso-brasileiro às 11:15
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links