PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sexta-feira, 18 de Junho de 2010
Cfd. ALUIZIO DA MATA - QUE CANÇÕES DE NINAR MARIA CANTAVA ?

  

                       

 

 

A figura de Maria, assim como a de Jesus, sempre me fascinou.

Não quero comparar Maria com Jesus, pois isto seria impossível, já que Jesus é Deus, já que é uma das três pessoas da Santíssima Trindade.

E fico pensando: No entanto, Ela tem uma relação direta com a Santíssima Trindade! Como pode isso? Ser Filha de Deus, Esposa do Espírito Santo e Mãe de Jesus! Mistério insondável e impressionantemente belo. Se pudéssemos explicar, como tentam algumas pessoas, Deus não seria Deus.

Mas hoje quero pensar em Maria como uma mãe como as outras mães.

A começar pelos momentos difíceis pelos quais passou, quando se viu grávida sem conhecer homem algum. Como explicar uma gravidez assim?

Mas Ela não teria que explicar nada. Teria apenas que viver o Plano e Deus, depois que resolveu, com coragem, dar o seu SIM.

“Enfrentar” José, cara a cara e se dizer grávida sem nunca ter tido relações com ele deve ter sido um momento sublime por parte dela e por parte dele. Depois, com certeza, viver as angústias e  expectativas que qualquer mãe sente quando está esperando um filho.

Quanto ao sexo, ela já sabia, pois o anjo já lhe tinha dito que Ela iria ter um filho que deveria se chamar Jesus. Mas como ele será? Como terá sido a preparação de um pequeno enxoval para ele? Sabemos que eram, Ela e José, pessoas simples, que viviam do trabalho. Não tinham riqueza e nem luxo. As roupinhas do Menino Jesus foram as mais simples possíveis, mas como Maria deve tê-las feito!... Com que carinho deve ter tecido panos, costurado peças, escolhido cores... Com que carinho José fez um bercinho para o menino que iria chegar!

Se uma mãe comum tem muitos cuidados sobre esses pontos, imagine Maria se sabendo Mãe do Filho de Deus!

Volto à questão das situações de mulheres grávidas, suas reações e suas preocupações. Teria Maria ficado com enjôos? Teria tido “desejos” de comer coisas e alimentos estranhos? Teria Ela pedido a José para conseguir uma fruta que não tinha naquela região? Teria ela se preocupado com o parto? Teria ela se preocupado em saber se Jesus seria perfeito no físico? Onde estaria José na hora do nascimento de Jesus? Penso que na aflição de ver Maria tendo os primeiros sinais do parto, José deve ter saído do estábulo para procurar um médico ou uma parteira para ajudar Maria. Se ele encontrou alguém, não sabemos. E nem sabemos se ele ao voltar, ainda teria tido a oportunidade de ajudar em alguma coisa. Teria Maria sofrido dores no parto? Se Ela não teve pode ter sido porque Deus não queria antecipar os sofrimentos que mais tarde teria. Se teve dores pode ser porque Deus já queria mostrar-lhe como teria de sofrer por Jesus, como sofrem todas as mães pelos seus filhos.

Mas uma coisa que me fascina é pensar quais canções Maria cantava para ninar Jesus. Já imaginaram com que amor, com que doçura, com que enlevo ela o fazia? Teria Ela inventado canções novas como Jesus merecia ou cantado simplesmente as músicas que Ana cantava para Ela?

De qualquer maneira, Jesus deve ter tido momentos em que gostaria de retornar ao colo de Maria e novamente escutar as canções de ninar...

 

ALUIZIO DA MATA - Vicentino, Sete Lagoas, Brasil



publicado por Luso-brasileiro às 13:15
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Humberto Pinho da Silva a 18 de Junho de 2010 às 13:23
Achei este artigo encantador. Os meus parabéns !


Comentar post

mais sobre mim
arquivos

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links