PAZ - Blogue luso-brasileiro
Domingo, 25 de Julho de 2010
Cfd. ALUIZIO DA MATA - NÃO ACREDITAR, SEM OFENDER !

                      

 

 

 Existem muitas pessoas que dizem acreditar em Deus, mas curiosamente elas se atêm ao fato de acreditar ou não.

Argumentam, contra-argumentam, não convencem, não são convencidos. Simplesmente se recusam a acreditar que um ser possa ter criado tudo o que existe e tentam, às vezes, até explicar seus pontos de vista, mas nada conseguem.

Isto acontece com muitos cientistas, com pessoas da área médica, e também com pessoas, digamos, simples, sem estudos, mas que preferem assim pensar.

É o direito que cada um tem de pensar, fazer ou dizer o que quiser. Nós que acreditamos em Deus não conseguimos explicá-lo, eles também não conseguirão não explicá-Lo. Quem acredita pode até saber defini-lo, mas não explicar toda a sua essência. Imagina, então, quem não acredita!

Mas a discussão sobre Deus normalmente para por aí. A mente humana não tem capacidade suficiente para ir além do seu conhecimento que é do tamanho de um grão de areia, enquanto para explicar ou não Deus seria preciso uma capacidade maior do que o que conhecemos do universo que, aliás, ainda é muito pouco.

 

Quero falar, no entanto, é sobre acreditar ou não em Maria de Nazaré. Também curiosamente sabemos pouco sobre Ela. O Evangelho fala muito pouco sobre sua pessoa, mas o pouco que fala dá para despertar sentimentos contraditórios hoje em dia.

O Católico acredita em Maria pelo que se previa desde o Antigo Testamento e mais ainda pelo cumprimento dessas profecias. O Católico aprendeu a amar Maria como uma pessoa extremamente bondosa, carismática, que soube ser mãe em circunstâncias completamente adversas. Ama Maria por compreender que Ela foi escolhida por Deus para ser a Mãe de Seu Filho e que Deus não escolheria alguém que não fosse tão especial.

É aí que não entendo a atitude de algumas igrejas que não a Católica.

Não acreditam na missão especial de Maria. Consideram-na uma mulher comum, como qualquer outra.

Fisicamente até podem ter razão, embora imaginemos que nunca houve nem haverá uma moça tão bonita quanto Ela foi e ainda é.

Mas essas igrejas e seitas vão muito mais longe. Além de não quererem aceitá-la como especial no Plano de Deus, ainda se voltam contra Ela com uma raiva que não tem sentido. Destilam veneno contra a figura de Maria. Ofendem-na gratuitamente.

Se quisessem apenas não acreditar nela, seria o direito deles. Ofender, não.

Diz um ditado que “se quiseres agradar o filho, agrade a mãe dele”. Isto vale para os namorados, para os casais, pois qualquer dos dois que não gostar da mãe do outro, cria um ambiente desagradável, quase sempre com rusgas e discussões. Diz outro ditado que “mãe é mãe”. Isto é verdade. Não deixamos de gostar da nossa esposa, da nossa namorada por gostarmos da mãe dela ou da nossa mãe.

Muitas pessoas têm ódio por Maria, porque acham que substituímos Jesus por ela.

Fazendo uma pesquisa sobre a vida de alguns santos (pessoas que a Igreja considera que seguiram tão bem o que Jesus ensinou que suas almas foram diretamente para o Céu), acabou aparecendo na tela do computador alguns fóruns em que os participantes (claro que não católicos) diziam coisas horríveis sobre Nossa Senhora. Eu não teria coragem de escrevê-las aqui.

Se as pessoas se limitassem a dizer “eu não acredito nela”, tudo bem. Mesmo que ainda dissessem que Maria não foi isenta de pecado (como o Católico acredita que foi), seria um direito deles, mas o que eu li são ofensas tão grandes que, se ditas contra uma pessoa viva, seria caso até de serem processadas.

Essas pessoas que dizem amar Jesus, não seguem os seus ensinamentos, pois dizem amá-Lo e ofendem sua Mãe.

Ele ensinou que não devemos julgar os outros, como estão fazendo com Maria! Ele disse que não devemos ofender outros irmãos, mas é o que estão fazendo com ela! Disse também que seremos julgados com a mesma medida com que medirmos. E aí, como será?         

 O vicentino tem uma veneração especial por Maria. Cabe a cada um de nós divulgarmos ainda mais esse amor. Afinal, ela é a mais bela flor criada por Deus e Mãe preciosa de Jesus.

 

ALUIZIO DA MATA - Vicentino, Sete Lagoas, Brasil   



publicado por Luso-brasileiro às 18:05
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links