PAZ - Blogue luso-brasileiro
Segunda-feira, 26 de Julho de 2010
ANTÔNIO J. C. DA CUNHA - BENDITO O MEL DAS ABELHAS

Ao receber matéria sobre os benefícios medicinais do uso do mel das abelhas que me fora enviada pelo amigo Humberto Pinho da Silva, editor do Blog "PAZ" http://solpaz.blogs.sapo.pt/ , figura presente em vários jornais, especialmente nas páginas quinzenais do “Maria da Fonte”, da região norte de Portugal, lembrei-me de pronto das histórias que minha mãe me contava sobre seu Tio, o Padre e apicultor. JOSÉ CARLOS VALLE REGO.

O Tio padre fora um homem que, embora um religioso, não abdicara das origens, onde o cultivo da terra era a atividade principal dos que o antecederam bem como de seus pais, Francisco Morgado e Laurinda, explorando-a de todas as maneiras, tornando-se inventor de vários equipamentos que facilitavam o trabalho da lavoura e da irrigação da terra.

A criação das abelhas e o cultivo do mel não escaparam ao seu interesse, vindo a tornar-se autor de livro, cujo comentário me foi dedicado por outro amigo já falecido e também articulista do Jornal Maria da Fonte, o CREMILDO PEREIRA.

Em carta que ele me escreveu com data de 20 de fevereiro de 1987 publicada no “Maria da Fonte” edição Nº 2995 (20.02.1987), assim falou:

“ .... O Morgado de Trástola, do seu casamento com Laurinda, teve alguns filhos, entre os quais o padre José Carlos Valle Rego ........ Se os meus prezados leitores se recordam, nos meus comentário de 19 de julho de 1985, dava conta da personalidade do padre José Carlos, considerando-o  como “um homem para além do seu tempo a propósito de um artigo que tinha publicado em 24 de maio anterior, apresentando-o como “o padre de Gerás, apicultor.

Posto isto, nada mais poderia acrescentar, se não tivesse registrado uma circunstância em condições muito curiosa. Um velho amigo, residente na África do Sul, que me visita sempre, .... além de sua atividades profissionais, dedica-se a muitas outras ... Contou-me da última vez que esteve comigo que quando viveu nos arrabaldes de Joanesburgo, numa habitação que dispunha de um bom quintal, dedicou-se à apicultura, fazendo muitas experiências quanto à seleção de abelhas e ao apuramento de méis de várias qualidades

Sendo uma ocupação bem diferente da sua formação acadêmica, perguntei-lhe como tinha obtido os conhecimentos necessários. Qual o meu espanto, quando me disse que a conselho de amigos agricultores sul-africanos, se tinha orientado por um livro do Padre José Carlos Valle Rego, a obra que goza do maior crédito naquelas paragens. Seria possível que o trabalho do abade duma aldeia minhota, publicado em 1905, tivesse tanto valor, cerca de 80 anos depois e nuns pais em que a apicultura está avançada.

Ninguém me soube dizer como o livrinho tinha surgido por lá e de se fizeram traduções das partes mais interessantes nas línguas africanense e inglesa.

Durante as pesquisas que faço na Biblioteca Nacional de Lisboa, lembrei-me de procurar a obra do abade de Gerás. Encontrei-a”. Tem o título de “ÐOIS ANOS DE APICULTURA” e contem uma interessante mensagem “ao leitor”, com data de 9 de novembro de 1904. Foi impressa na Tipografia A. F. Vasconcellos, Suc., em 1905, instalada na Rua de Sá Noronha, 51, no Porto.

Evidente que muito gostaria de possuir um exemplar.

A obra aparece citada em longo trabalho que trata da relação do homem com a abelha melífera assinado por Teresa Soeiro, “EM BUSCA DO DOCE SABOR”. http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/5669.pdf - REGO, Jose Carlos Valle, como obra consultada, em entre outras.

Agradeço ao amigo Humberto Pinho da Silva por ter-me despertado para rever esta matéria, muito mais longa, mas ora apresento em resumo, para curiosidade de muitos amigos e parentes, principalmente primos e primas residentes em França e Portugal.

Antônio J. C. da CunhaDuque de Caxias.Natural da Freguesia de Geraz do Minho (Portugal)

 



publicado por Luso-brasileiro às 10:38
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links