PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 28 de Agosto de 2010
MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE - QUEM É O MEU PRÓXIMO ?

                      

 

 

Um mestre da lei pergunta a Jesus quem era o seu próximo e Ele lhe responde com uma parábola, como encontramos no Evangelho de São Lucas (10, 30-37). A parábola diz sobre o homem que  foi roubado e espancado no caminho de Jerusalém para Jericó, ficando quase morto. Passou por ele um sacerdote e um levita e seguiram adiante. Um samaritano, chegou perto dele, viu e sentiu compaixão. Fez curativos, derramou óleo e vinho nas feridas. Depois colocou o homem em seu próprio animal e levou-o a uma pensão, onde cuidou dele. No dia seguinte, pegou duas moedas de prata e entregou-as ao dono da pensão, recomendando: “Toma conta dele! Quando eu voltar, vou pagar o que tiveres gasto a mais”. E Jesus perguntou: “Na tua opinião, qual dos três foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes?” Ele respondeu: “Aquele que usou de misericórdia para com ele”. Então Jesus lhe disse: “Vai e faze a mesma coisa.”

A mãe, de pouquíssimas posses, com filho detido me procurou. Seu filho, desde os primeiros anos de escola, teve dificuldade em aprender. Os colegas de classe olhavam-no com desprezo e indiferença. A indisciplina na sala de aula ou o ar sonolento, que provocavam irritação na professora, eram sintomas de que não decifrava o que acontecia na lousa, no livro e em seu caderno. Nas reuniões de pais, a mãe observava, nas folhas em branco, o fracasso de seu menino que, no final do ano, passava para a série posterior. Ela preferia que ele permanecesse na série inicial, a fim de retivesse alguma coisa, mas quem era ela para reagir contra o sistema de ensino. Ele ficou à margem na escola, embora concluísse as séries. Adolescente, acompanhou o féretro do irmão, que se tornara dependente químico, fora preso e acabara morrendo queimado em uma rebelião na cadeia. Doeu demais nele. As feridas de suas emoções ficaram à margem.  Não houve quem se importasse. Há pouco tempo, o jovem candidatou-se uma vaga de emprego na área de limpeza. Deram-lhe uma ficha. Conseguiu, apenas, colocar o nome. Foi o que aprendeu na escola. A atendente lhe disse que, sem saber ler e escrever, nem adiantava voltar lá. Para sobreviver nas margens, agregou-se ao tráfico e, em 15 dias, caiu na cadeia.

O homem espancado é o símbolo de todas as pessoas que sofrem, justa ou injustamente. A lei de Jesus é a descoberta da necessidade e da miséria alheia e a prontidão em oferecer ajuda. Sem a percepção das pessoas que padecem, o amadurecimento da espiritualidade é um mero engano.

Recentemente, em uma de suas homilias, o Pe. José Brombal, que tem o dom de colocar a Palavra na vida cotidiana, comentou, com a generosidade que lhe é característica, que o “próximo”, sobre quem Jesus fala, não é aquele que se aproxima de nós, mas aquele de quem percebemos a situação de sofrimento e nos aproximamos.

De acordo com os ensinamentos do Evangelho, quem viu, no jovem prisioneiro, ainda liberto, ao longo de sua história, o seu próximo?

 

MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE É coordenadora diocesana da Pastoral da Mulher e autora de “Nos Varais do Mundo/ Submundo” –Edições Loyola



publicado por Luso-brasileiro às 16:05
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links