PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 29 de Agosto de 2020
ALEXANDRE ZABOT - MAGIA EM " O SEGREDO "

 

 

 

 

 

 

 

 

Alexandre Zabot

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resposta escrita a uma pessoa que me perguntou por que eu afirmo que "A Lei da Atração" em "O Segredo" é um pensamento mágico, condenado como pecado pela Igreja.

Essa pessoa confidenciou que sofre de um problema muito difícil em sua vida e que "O Segredo" tem lhe ajudado a procurar uma solução.


Boa tarde XXXX

De fato, penso que o filme "O Segredo" (e o livro inspirado nele) inspiram
pensamentos associados a magia. Por que penso assim?

Bem, em primeiro lugar é preciso entender o que é a magia:

Dicionário Michaelis:

"Ciência, arte ou prática baseada na crença de que é possível, por intervenção de entes sobrenaturais e fantásticos, produzir efeitos inexplicáveis, especiais, irracionais e sobrenaturais, através de fórmulas mágicas e rituais ocultos."

No caso, o núcleo lógico de "O Segredo" é (resumo que peguei na Wikipedia):

[Existe uma] "lei da atração (...) que sempre está agindo em todos nós assim como todas as leis naturais, como a lei da gravidade, como a lei da ação e reação, etc. É uma lei que explicaria o porquê de tudo que acontece em nossa volta, dizendo que as nossas emoções, produto de nossos pensamentos, que produzem os acontecimentos do dia-a-dia, se tivermos boas emoções, então teriamos bons acontecimentos na nossa vida, e se tivermos más emoções, então teremos maus acontecimentos na nossa vida. O filme defende que devemos ter um cuidado na hora de pensarmos, para não pensarmos o que não queremos e assim isso não acontecer na nossa vida."


Não está nesse resumo, mas é comum associarem essa "Lei da Atração" à Mecânica Quântica, especialmente ao "Princípio da Indeterminação".
No entanto, essa associação é completamente falsa pois esse princípio só trata
de realidades microscópicas simples e isoladas de outras interferências.
Ela não faz qualquer sentido no mundo macroscópico, para os objetos e os
acontecimentos com os quais lidamos diariamente.
Também não tem relação alguma com "poder da mente".

Assim, como essa conexão é falsa desde o princípio pois parte de uma premissa
errada, esse suposto "poder da mente" não é algo científico. É uma crença!
E mais, como ninguém que propaga essas ideias entende realmente de Mecânica
Quântica, eles propagam uma crença baeada em um ente "sobrenatural e
fantástico", como diz a definição do Dicionário.

As pessoas que são levadas a acreditar nessa suposta "Lei da Atração" são
motivadas por uma pseudo-base científica e também porque ela parece razoável.
Entretanto, no fundo elas são motivadas por um desejo de mudar a realidade
por meio de algo fácil, ao alcance de suas mãos, ainda que não possam
controlar devidamente os princípios.

Veja que normalmente esse desejo nasce, antes de tudo, por um sentimento
de inconformação com a realidade.

Isso tudo que eu descrevi é o que chamo de pensamento mágico, que consiste
em querer mudar a realidade usando algo exótico mas que parece ao meu alcance.
Começa com pequenas simpatias - não passar por baixo de escadas, não
cruzar com gatos pretos, e termina com ações mais sofisticadas - pactos
demoníacos etc.

No meio termo tem todas essas falsas filosofias orientais e um mundo de
misticismos como de "O Segredo".


A postura cristão é totalmente contrária a isso.
Para o cristão:

"Todas as práticas de magia ou de feitiçaria com as quais a pessoa pretende domesticar os poderes ocultos, para colocá-los a seu serviço e obter um poder sobrenatural sobre o próximo - mesmo que seja para proporcionar a este a saúde - são gravemente contrárias à virtude da religião." (Catecismo da Igreja Católica - CIC - 2117)


Porque a "Virtude da Religião" é:

"A justiça para com Deus chama-se "virtude de religião" (CIC 1807)

"A adoração é o primeiro ato da virtude da religião. Adorar a Deus é reconhecê-lo como Deus, como o Criador e o Salvador, o Senhor e o Dono de tudo o que existe, o Amor infinito e misericordioso. "Adorarás o Senhor, teu Deus, e só a Ele prestarás culto" (Lc 4,8), diz Jesus, citando o Deuteronômio (6,13)." (CIC 2096)


Ou seja, consiste em aceitar a vontade de Deus para nossas vidas e para as
vidas dos outros. Isso pode, em muitos casos, estar disposto a aceitar uma
imensa Cruz, como a de Cristo, que irá nos santificar.

Não há vida cristã sem aceitar, amar, a Cruz:

"Jesus disse a seus discípulos: “Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me." (Mt 16, 24)

A doutrina cristã a respeito da cruz é muito profunda e, para muitas pessoas,
é o ponto de entrada pela verdadeira vida cristã.

Não significa resignar-se diantes das dificuldades, mas tampouco significa
lançar mão de pensamentos e atos mágicos para mudar as realidades que Deus
quis!

Recomendo o texto do Pe Francisco Faus como ponto de partida para a reflexão
no tema:
https://www.padrefaus.org/2018/03/28/confianca-na-cruz/

E a busca de um Diretor Espiritual.


Espero que você encontre uma solução para o seu problema de XXXXX, mas
também que encontre nessa Cruz uma proximidade maior com Cristo crucificado!

 

 

 

ALEXANDRE ZABOT   -    Fisico. Doutorado em Astrofisica. Professor da Universidade Federal de Santa Catarina.   www.alexandrezabot.blogspot.com.br

 



publicado por Luso-brasileiro às 11:37
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links