PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 2 de Junho de 2018
ARMANDO ALEXANDRE DOS SANTOS - O SANTUÁRIO DA VIRGEM MONTESINA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Armando Alexandre dos Santos.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                 

                                   

No ano de 1848, o sertão do interior da Província de São Paulo ainda era pouco habitado. Na região Noroeste dessa Província havia grandes fazendas, o mais das vezes pertencentes a heroicos desbravadores, posseiros ou titulares de cartas de sesmaria. Foi em redor desses primitivos núcleos, e em larga medida em função deles, que se constituíram numerosas cidades.

Um paulistano de origem portuguesa, de nome Flávio Antonio de Oliveira, era um desses desbravadores. Possuía uma propriedade rural extensa, denominada Fazenda Lagoa. Na região havia ainda outras grandes fazendas, como a Tapume, de Flávio Gonçalves de Sousa; a Bela Vista (atual Vista Alegre do Alto); a São João das Ariranhas (hoje Ariranha); a São Domingos do Serradinho (atual Catanduva); a Dumont (atual Santa Adélia), que pertenceu a um irmão do inventor Santos-Dumont; a Carretão, da família Batista (atualmente em Jaboticabal); a Jurema (atual Jurupema); as terras de Bernardino José Sampaio e Domingues da Silva (atual Taquaritinga); as de Bertolino José Batista (onde mais tarde surgiria Monte Alto) e muitas outras.

Flávio Antonio de Oliveira adoeceu gravemente e, sentindo a morte aproximar-se, fez uma promessa a Nossa Senhora da Conceição, da qual era muito devoto: se recuperasse a saúde construiria uma capela para a Virgem e doaria a essa capela uma extensão de terras para lhe constituir um patrimônio.

Prodigiosamente curado, cumpriu a promessa, construindo uma capela de taipa de pilão e madeira, com cobertura de sapé, a 300 metros do Rio da Onça, em local elevado (cerca de 730 metros acima do nível do mar), facilmente visível de todas as cercanias. Diante da capela, mandou erigir um cruzeiro para que em torno dele fossem sendo construídas as casas dos futuros moradores. No dia 8 de dezembro de 1848, festa da Imaculada, um sacerdote proveniente de Jaboticabal benzeu a nova capela e o local em torno do cruzeiro. Na capela, foi entronizada uma artística imagem de Nossa Senhora da Conceição, com 80 cm de altura, esculpida em cedro, em estilo português, com manto branco e coroa dourada.

Diante dessa imagem o povo da região se acostumou a rezar o terço e cantar as ladainhas, a expor filialmente à Santa Mãe de Deus as dificuldades e problemas que tinha, invocando-a em todas as necessidades e perigos. Em torno da primitiva capelinha foram sendo construídas as casas dos primeiros moradores. O povoado assim constituído passou a ser chamado "Patrimônio da Capelinha".

Foi esse o núcleo que deu origem ao atual Distrito de Aparecida do Monte Alto, pertencente ao Município de Monte Alto, próximo de Jaboticabal.

São incontáveis, em todo o território brasileiro, as povoações e até mesmo as grandes cidades, que se constituíram da mesma forma, em torno de uma capelinha inicial. O que distingue especialmente Aparecida do Monte Alto é que Deus, nos seus altos desígnios, ali decidira que houvesse um Santuário: o Santuário de Nossa Senhora da Conceição do Monte Alto.

Um incêndio destruiu, em 1898, a primitiva capela e seu arquivo. O santuário foi reconstruído, mas a documentação escrita com as escrituras de instituição do Patrimônio desapareceu. Sabe-se com segurança, por tradição oral, que a capela foi visitada por D. Pedro II, quando este viajava por aquela parte da então Província de São Paulo, e que o monarca contribuiu financeiramente para as obras do templo. O sino de bronze, com as armas do Império, doado pelo Imperador e enviado ao santuário pelo Ministro do Interior, até hoje está em uso no local.

Em 1893, já era tão notória a abundância das graças concedidas por Nossa Senhora da Conceição no local, e tão frequentes eram as romarias de fiéis que, dos arredores e até de regiões distantes, ali acorriam, que Dom Lino Deodato Rodrigues de Carvalho, Bispo de São Paulo, declarou a capela Santuário Local. Em 1980, D. José Varani, Bispo da diocese de Jaboticabal, elevou-o à categoria canônica de Santuário Diocesano. Em 1990, seu sucessor D. Luiz Eugênio Perez coroou canonicamente a Imagem da Virgem Montesina. Quatro anos depois, foi erigida como Paróquia autônoma a área que compreendia o Santuário e o Distrito de Aparecida do Monte Alto.

Nossa Senhora da Conceição do Monte Alto é também conhecida como "Virgem Montesina", ou seja, "aquela que mora no monte", designação carinhosa que lhe é dada por influência de imigrantes italianos que nas últimas décadas do século XIX foram em grande número para a região, a fim de se empregarem na lavoura de café. É muito considerável a afluência de fiéis que vêm de todas as partes. Há, anualmente, pelo menos 40 romarias ao santuário, mas a maior delas ocorre no dia 8 de setembro. É a chamada "Grande Peregrinação".

 

 

 

 

 

ARMANDO ALEXANDRE DOS SANTOS, é historiador e jornalista profissional, membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e da Academia Portuguesa da História.



publicado por Luso-brasileiro às 16:04
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links