PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sexta-feira, 29 de Março de 2019
CINTHYA NUNES VIEIRA DA SILVA - HIERARQUIA FELINA

 

 

 

 

 

 

 

 

Cinthya Nunes Vieira da Silva.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A cada dia descubro mais sobre os gatos e suas organizações sociais. Desde que levamos para casa nossa primeira felina, aprendi muito sobre os gatos. Até quatro anos atrás eu só era acostumada com os cães e sua dinâmica de matilha. No entanto, era uma matilha mais simples, composta apenas de dois cães e dois humanos. Sim, eu nunca tive dúvidas de que fazíamos parte dela, ainda que, naquele caso estivéssemos no comando.

Agora, com cinco gatos dividindo o mesmo espaço, constato que as relações entre eles são bem mais intrincadas, complexas e até mesmo curiosas. Ao que me parece, os gatos nos consideram seus iguais. Para eles somos todos gatos, mas decidir quem manda não é algo que nos seja facultado. Obviamente que minhas observações não tomam por base estudos científicos, eis que são decorrentes do convívio nesses últimos anos.

Cada um deles tem um comportamento muito único e específico. Não é possível negar aos animais, segundo concluo a cada dia, a condição de indivíduos. Cada animal é singular em todos os sentidos. Fossem coisas, talvez se pudessem substituir por outro da mesma raça, mas como seres sencientes, dotados de emoções e sentimentos, são insubstituíveis em essência. Sempre tive esse sentimento, mas após conviver com gatos, passei a ter uma percepção mais ampla desse fato.

 O fato de serem cinco gatos significa exatamente que são cinco criaturas completamente distintas. Sequer miam da mesma forma. Cada um deles gosta de um tipo de comida, dorme de um modo diferente e até tem distintos humores. A Chica Maria, por exemplo, minha primeira gata, é medrosa e raríssimas vezes é avistada por estranhos. Delicada, anda como se fosse uma “aristogata”. Já a Belinha, a número dois, é “falante”e resmunga o tempo todo, ainda mais quando fingimos brigar com ela. Se a provocamos, como se estivéssemos dando uma bronca, ela levanta uma das patas dianteiras, em um gesto ameaçador, mas inofensivo. Desde filhote, já queria mostrar quem mandava e com a chegada dos outros três, assumiu o papel de alfa.

A amizade entre a Belinha e Chica se deu de pronto. É bem verdade que às vezes se estranham, mas desde logo formaram uma dupla e constantemente são fotografadas por mim enquanto dormem em um abraço duplo. Nem todos meus bichanos gostam dos seus semelhantes nessa mesma proporção. É o caso da Nina, a terceira gatinha que chegou até nossa casa. Há tempos que me dei conta de que ela se julga humana. Os demais gatos, para ela, estão em um nível inferior.

A Nina mais parece um cachorro. Atende quando é chamada pelo nome e está sempre na porta esperando por nós, comportamentos não usuais em um gato. Gosta de brincar de pega-pega e desenvolveu uma estranha obsessão pela Lika, a quinta e última integrante desse grupo. Mansa em demasia, a Lika ainda é um filhote de cinco meses que sai correndo todas as vezes que nota a Nina por perto. Ainda que não ocorra uma agressão nesse ato, a Nina fica em posição de caçadora e persegue a pequena até que a pobre consiga se esconder.

O único macho da turma, o Bento, o menor em tamanho, é o quarto na ordem de chegada e se dá bem com todo mundo, sejam pessoas, sejam bichos. Escala qualquer lugar que seja possível e, pelos tombos que presenciei, já perdeu duas vidas, no mínimo. Arteiro, jeito de malandro, é boa praça e recebeu a última moradora, a Lika, como sua amiga e companheira. Juntos, formaram outra dupla. Parecem Ying & Yang, ele preto e ela branca. Nunca brigam. Dormem juntos e nas posições mais hilárias e inusitadas.

Entendo agora porque é muito fácil e até comum que alguém que dê uma chance a um gato logo se veja cercado deles. São criaturas adoráveis, mas temperamentais. Estruturam-se como bem lhes apraz, com níveis de hierarquia curiosos e intrigantes. Quando dão amor, no entanto, o fazem de modo universal e irrestrito...

 

 

 

 

CINTHYA NUNES   -    é jornalista, advogada e professora universitária.

cinthyanvs@gmail.com



publicado por Luso-brasileiro às 11:16
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links