PAZ - Blogue luso-brasileiro
Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2015
CINTHYA NUNES VIEIRA DA SILVA - " TOMARA QUE CHOVA TRÊS DIAS SEM PARAR..."

 

 

 

 

 

 

Cinthya Nunes Vieira da Silva.jpg

 

           

 

 

 

 

 

 

O tempo tem passado muito rápido ou sou eu que estou acelerada, mas já é Carnaval novamente e todos se preparam para cair na folia ou para simplesmente descansar. Confesso que não sou nada avessa à ideia do descanso, pois quem trabalha sabe o quanto um período de descanso pode ser um oásis, até para renovar as forças para os demais dias. No entanto, muita coisa no feriado de Carnaval, sobretudo, acaba me incomodando...

            Não vou e nem tenho cabedal suficiente para isso, entrar na questão história que deu origem às festividades de Momo, mas muitas razões pouco dignas me parecem convenientemente sustentar a ênfase que se dá esse período do ano.

            Quando eu era adolescente, curtia pular o Carnaval no Clube Linense ou no Country Clube de Lins, cidade onde morava com meus pais, entoando as marchinhas clássicas ou mesmo os sambas-enredo das escolas de samba do momento. Naquela época, minhas preocupações juvenis eram as provas, o vestibular, os amigos, os paqueras. Penso, agora, faltava-me a maturidade para entender que, abaixo de toda aquela folia, sempre houve um pano de fundo nacional.

            Que o cenário político, econômico e de abastecimento hídrico e elétrico do Brasil está caótico e em crise, creio que nem os mais alienados duvidam. Notícias de corrupção para todo lado, insatisfação, violência e outras tantas mazelas, contudo, não são suficientes para tirar das pessoas o ânimo de curtir o Carnaval.

            Se de um lado isso se justifica pela estafa que as pessoas estão passando, desiludidas pelo descaso do Poder Público e carentes de um refúgio temporal no qual possam, momentaneamente esquecerem-se de tudo, por outro, é assustador, pois essa pausa pode acabar apaziguando os ânimos em demasia, de forma a levar ao esquecimento o fato de que os homens e mulheres ocupantes do Poder estão a nos dever, e muito, satisfações, para dizer o mínimo.

            Historicamente, pão e circo (ou carnaval) sempre foram a panaceia e a cortina dos incompetentes e dos desonestos, mas eu espero que o povo brasileiro esteja mais politizado e não se deixe enganar tão facilmente dessa vez. Espero que todos aproveitem o feriado para descansar, para brincar, para curtir família, para ler bons livros ou assistir a bons filmes, mas que, na quarta-feira, seja capaz de identificar quais são as verdadeiras cinzas, resultado da pira na qual arde nosso patrimônio, nossa idoneidade como país e a vergonha na cara de muita gente de poder.

            Da minha parte, continuo gostando de muitos sambinhas, mas não brinco mais o Carnaval, até porque não é possível fazê-lo como fiz no passado, por milhares de razões. A despeito de tudo, creio que uma das musicas mais executadas nesse Carnaval venha a ser exatamente a que dá nome a esse texto e que também não me sai da cabeça. Que Momo proteja todos nós. Bom Carnaval a todos!

 

 

 

CINTHYA NUNES VIEIRA DA SILVA - Advogada, mestra em Direito, professora universitária e escritora - São Paulo.



publicado por Luso-brasileiro às 11:37
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Julho 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

favoritos

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINEL...

pesquisar
 
links