PAZ - Blogue luso-brasileiro
Domingo, 30 de Abril de 2017
CINTHYA NUNES VIEIRA DA SILVA - UM DIA DE TRABALHO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cinthya Nunes Vieira da Silva.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

            Embora o Direito do Trabalho não seja minha área de atuação na advocacia, é de minha mais completa preocupação, inclusive enquanto trabalhadora, que os direitos assegurados aos trabalhadores não sejam suprimidos de tal forma que os tornem ainda mais vulneráveis diante do poderio econômico de alguns empregadores. É fato, contudo, que, diante da modernização das relações humanas, muita coisa deva ser revista, ajustada, sob pena de tornar o emprego formal algo em extinção.

            Curiosamente, enquanto se debate sobre o tema, dividindo-se as opiniões, colocando muita gente em lados diametralmente opostos, sem que, em muitos casos, sequer se conheça exatamente sobre o que se está discutindo, pouco ou nada se fala de diminuir regalias absurdas, de caráter monárquico, das quais se beneficiam uma imensa gama de servidores públicos de altos escalões e toda a classe política.

            O descompasso entre o que alguns poucos tem direito e que falta a tantos outros é tão abissal que parece já ter causado torpor na população que, de olhos cobertos por cortinas de fumaça oportuna e levianamente criadas, fica incapaz de reagir corretamente, pelo voto crítico e por movimentos efetivos. Somos esfolados por uma carga tributária pornográfica, espoliados por todo tipo de ladrões e bandidos, desde os mais ignorantes aos mais cultos e tudo o que se ouve de solução para os rombos orçamentários envolve aumento de impostos e retirada de direitos.

            Alguma coisa está errada e não é de hoje. Não vou entrar no mérito sobre a legitimidade de greves, até porque, ao meu entender, elas deveriam ocorrer em dias não úteis, de forma a não prejudicar serviços essenciais e sem tornar reféns e coagidos aqueles que não desejam ou não podem aderir ao protesto. Democracia envolve fazer parte daquilo que está conforme minhas convicções e não que eu tenha que obedecer ao grito de guerra levantado por alguns.

            Estamos vivendo um estado de coisas nesse país que, a prosseguir como está, logo seremos uma nação de desfavorecidos que, diante do encastelamento de uma minoria, estaremos tão enfraquecidos que nada mais nos restará a não ser conceder aos nossos soberanos o sangue que corre em nossas veias.

            Eu espero, honestamente, que o bem, o bom-senso e a Justiça ainda possam prevalecer e, ao invés de estarmos indo para as trevas do Direito e da democracia, estejamos passando por um divisor de águas, pela abertura que nos levará à libertação, a amadurecermos como lugar em que político não é profissão, mandato não seja trono e que dinheiro público não seja sinônimo de caixa dois.

            Enquanto isso não chega, vale refletirmos se o Dia do Trabalho deve ser apenas visto como mais um feriado ou como uma alerta de que, pior do que está ainda pode ficar...

 

 

 

CINTHYA NUNES VIEIRA DA SILVA - Advogada, mestra em Direito, professora universitária e escritora - São Paulo.  -  cinthyanvs@gmail.com



publicado por Luso-brasileiro às 16:19
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links