PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 29 de Abril de 2017
HUMBERTO PINHO DA SILVA - A INDISCIPLINA NA SALA DE AULA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vinha da Casa da Música, no autocarro 903, com destino a V. N. de Gaia, quando junto ao Mercado do Bom-Sucesso, entraram duas senhoras, dos seus quarenta e poucos anos, que se sentaram no banco, à minha frente.

Ainda não tínhamos chegado à praça da Galiza, quando uma, começou a lamentar a violência que grassa pelo país; responsabilizando a policia e o facto das fronteiras encontrarem-se escancaradas:

- “ É como se dormíssemos com as portas abertas! …”

Logo a outra, contrariou. A seu ver, a culpa da violência, que já não é só na rua, mas na escola e em casa, é da educação – ou falta dela. – E começou a dissertar sobre o comportamento dos alunos na sala de aula.

Tratava-se de professora do Primeiro Ciclo, já com muitos anos de experiência.

- “ Se outrora havia exagero de professoras, que abusavam da palmatória e da cana nodosa (no seu tempo - esclareceu, - ainda usavam a “régua” e a vara, embora fosse proibido,) agora, a indisciplina está a progredir a olhos vistos.”

E a professora começou a narrar o que fazem os alunos:

-” Ainda a semana passada marquei trabalho de casa. Quando ia para corrigir, houve alunos que  não fizeram. Perguntei a razão: “ Não me apeteceu…” Conversam, quando estou a explicar; levantam-se; vão à janela; brincam; e dão respostas mal criadas…”

A amiga mostrava no rosto, uma expressão de espanto, e interrogava: se não comunicava aos pais o comportamento reprovável dos filhos.

- “ Os pais nem aparecem, e quando aparecem, desculpam-nos: “ O menino é muito vivo!”Ainda é muito criança!” “ Que tenha paciência… Que tenha paciência…”. Sei que também não obedecem aos pais. Alguns até chegam a tentar bater-lhes, e ameaçam: que fazem isto e aquilo…”

A conversa continuou, mas por falta de espaço e de interesse, não a vou reproduzir.

Ficou-me a certeza: a escola está transformada num local, onde os jovens (protegidos pela autoridade e pelos pais,) fazem o que lhes apetecem, convencidos que não são imputáveis pelos actos.

Se assim é nos primeiros anos, o que será nos últimos?

Os pais, com receio de traumatizarem o menino, deixam-no fazer tudo. Se outrora, os filhos, tratavam-nos por senhor, hoje tratam-nos por tu e por você, do mesmo jeito como conversam com companheiros de folguedo.

Há pais que parecem terem medo dos filhos. São eles que marcam as horas, que devem chegar a casa, e tomam a liberdade de dormirem fora, com colegas, sem autorização.

A desagregação da Família: pais separados; filhos dele e dela; filhos de ambos; educação partilhada; a influência malévola da TV; os enredos torpes das telenovelas, defendendo, e aceitando, como natural e comum, comportamentos promíscuos; a ausência de educação religiosa; e o exemplo deplorável de figuras públicas, tem degradado de tal modo a nossa sociedade, que esta tornou-se: hipócrita, egoísta, e violenta…

Dizem que é o fim do Mundo…; eu diria: é o fim da Civilização Ocidental, tal como a conhecemos, se não houver arrepio, e não se  voltar aos valores tradicionais, que enobreceram o nosso povo.

 

 

 

HUMBERTO PINHO DA SILVA - Porto.Portugal

 



publicado por Luso-brasileiro às 19:18
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links