PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 24 de Novembro de 2018
JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI - A COMPREENSÃO E A PAZ MUNDIAIS SE CONSOLIDAM COM GESTOS DE SOLIDARIEDADE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesta época de desafios é preciso refletir e pensar o passado, chamando atenção para os grandes erros que a nossa história, seja pessoal ou coletiva, produziu. Um desses equívocos parece que veio para ficar, o que quer dizer que se fixou como base de boa parte de nossa conduta. Trata-se da nossa incapacidade de conviver com o diferente e as formas encontradas para solucionar os problemas de convívio humano onde o que menos importa parece ser o diálogo, a comunicação direta e honesta, sem truques, golpes, violências, onde a veneração pela vida do outro e sua forma específica de manifestação e expressão, fossem considerados.

Sabemos que a lista de tipos sociais que são alvos de discriminação e exclusão que nossa sociedade construiu é grande. E ressurgem  diariamente  manifestações preconceituosas em todo o mundo contra minorias étnicas, mulheres, homossexuais, pobres, índios, negros, portadores do HIV, crianças, integrantes da terceira  idade entre tantos, além da intolerância religiosa que se tornou uma das principais causas de perseguições.

O DIA DA COMPREENSÃO MUNDIAL que se comemora a 17 de setembro, objetiva conscientizar-nos sobre uma das principais características que a humanidade deve ter para que haja o máximo de paz, a compreensão. Sua proposta é justamente incentivar a reflexão de como lidar com tantas discordâncias de vários fatores, como faixa etária, geração,  religião, educação e etc. entre as pessoas, respeitar e procurar entender os sentimentos do próximo.

               Como um instrumento para o entendimento ela é uma atitude plural, mútua, que tem sua origem, no entanto, no conhecimento que temos de nós mesmos. Com efeito, os seres são distintos em aspectos físicos, comportamentais, de valores e ideias e por isso é fundamental que seja criada uma cultura de acatamento, seja no cotidiano de cada indivíduo e também no ambiente social. Ela é entendida por isso, como um fator fundamental para que seja mantida a harmonia mundial e também respeitados os anseios de todos.

A divergência é um direito dos homens, porém é muito importante que seja mantida uma harmonia no grupo em que se vive, para conseguirmos atingir um bom nível de convivência, sempre pensando nas necessidades do outro. Só no respeito às diferenças é que podemos construir comportamentos, estabelecer planos e mudar atitudes – as nossas e as de terceiros. Há que se entender a importância de cada ato pessoal como um fator que facilite a harmonia e a construção de um grupo. Além do mais, citando Mahatma Gandhi, vale dizer que  “...cada problema começa a se resolver quando decidimos fazer do amor a lei da nossa vida...” .

A data também visa alertar todos os líderes de governos e da sociedade em geral a pensarem e equilibrarem os seus julgamentos com paciência e apreço aos semelhantes e tornar os indivíduos mais humanos e compreensíveis, tentando transformar o mundo em um lugar tranqüilo para todos viverem, principalmente diante das ameaças que as grandes potências lançam ultimamente umas contra as outras.

 

 

“A PAZ É A TRANQUILIDADE DA ORDEM”

 

 

O DIA INTERNACIONAL DA PAZ, 21 de setembro, foi instituído pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 1981 para “comemorar e fortalecer os ideais de paz em cada nação e cada povo entre elas”. Dizia com grande brilhantismo Santo Agostinho: “A paz é a tranqüilidade da ordem”. Com efeito, em sua dimensão mais ampla paz significa tranqüilidade pública, concórdia e ausência de hostilidade.

Diante da ameaça que paira sobre todos, é hora de assimilarmos gestos de boa vontade e unirmos nossas mãos em atitudes concretas de partilha, para a construção de uma nova sociedade, em que as desigualdades não sejam tão ostensivas e chocantes e a Justiça possa efetivamente cumprir seu papel, para progredirmos em conjunto, rumo a tão almejada convivência pacífica, compreendida como fruto da eliminação da miséria e do desenvolvimento integral de todos os povos.

 

 

 

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI é advogado, jornalista, escritor e professor universitário. É presidente da Academia Jundiaiense de Letras (martinelliadv@hotmail.com)



publicado por Luso-brasileiro às 15:35
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links