PAZ - Blogue luso-brasileiro
Quinta-feira, 30 de Abril de 2020
JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI - PRIMEIRO DE MAIO, DATA IMPORTANTE QUE RESSALTA O TRABALHO E A LITERATURA NO BRASIL

 

 

 

 

 

 

 

 

 

73006349_2448637445385150_3785251181584973824_n.jp

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                              

            Entendemos que o trabalho é tão importante quanto o Direito à manutenção do equilíbrio social. Além de dignificar a pessoa, permite o desenvolvimento de suas capacidades, define o tempo e a história humana, contribui à promoção do bem comum e garante a subsistência do trabalhador e de sua família. Constitui-se ainda em elemento de realização pessoal deste, quando executa seu ofício com prazer, unindo satisfação com precisão.

Sobre a relevância do exercício de uma atividade como profissão, invocamos parte de um texto de autoria da professora de Filosofia da PUC-SP, Dulce Critelli, que ilustra bem esse aspecto: “...Mas, visto de um ângulo existencial e geral, o trabalho é, sobretudo, fonte de sentido para a vida humana. O trabalho faz parte da nossa condição de existência neste mundo. É um nome genérico que damos para as infindáveis atividades por meio das quais cuidamos da vida. É o processo de criar o mundo e de instaurar, no mundo, o ambiente para a vida dos homens” (“Folha de São Paulo” -Suplemento Folha Equilíbrio- 07/03/2006- p.2).

         Atualmente, no entanto, vislumbra-se em nosso país um sério risco à ordem comum: os altos índices de desemprego, perceptíveis até mesmo entre os jovens, inclusive àqueles que conseguem galgar elevados graus de escolaridade, frustrando precocemente suas esperanças. Ao mesmo tempo, elevam-se assustadoramente os empregos informais, numa cabal demonstração de que as oportunidades de trabalho estão se tornando cada vez mais raras. E com a pandemia do Corona vírus ainda em evidência, as coisas devem se complicar ainda mais.

E não há expectativas de melhora diante da quase absoluta ausência de programas nas áreas industrial, agrícola, agrária e de geração de serviços. Já se disse que as nações que se beneficiaram da globalização econômica sustentam-se em princípios elementares: direitos sociais respeitados, democracia e política de criação de trabalho e renda.

         O DIA DO TRABALHO, Primeiro de Maio, foi instituído para se reverenciar o passado de lutas das classes laboriosas, reafirmar o compromisso com as mesmas propostas no presente e meditar sobre o futuro de uma sociedade igualitária, sem explorados, nem exploradores. Seria totalmente incongruente festejarmos essa data, sem refletirmos sobre a situação presente, na qual tantos não conseguem ter acesso ao emprego indispensável para a sua manutenção e outros praticamente perdidos em função do Corona vírus.   Precisamos, portanto, cobrar de nossos governantes a retomada de um crescimento efetivo da economia brasileira e a implementação de projetos de incentivo aos investimentos nos setores originários de serviços e de ocupação para os excluídos do mercado.

 

 

                            DIA DA LITERATURA NACIONAL

 

 

        

Apesar de pouco divulgado e até abafado pelas comemorações do Dia do Trabalho, também se celebra a primeiro de maio o Dia da Literatura Brasileira, em homenagem ao romancista José de Alencar, que nasceu nessa data em 1829 e dentre suas obras mais conhecidas estão ”O Guarani” (1857), “Iracema” (1854) e “Lucíola” (1862). Ele foi um dos primeiros escritores a retratarem a realidade de nosso país, enfocando personagens típicos da convivência social, tendo o índio e o sertão como  principais referências.

Uma data que deveria ser reverenciada com ênfase, já que a literatura se constitui num instrumento de educação e formação do ser humano, tendo importante função social. Infelizmente no Brasil ela não é algo comum e os seus cidadãos não possuem o hábito de lerem. No entanto, o maior desafio enquanto Nação, o de apagar os vestígios indesejáveis da ignorância, da injustiça e miséria, passa pelo acesso de todos à educação que tem nos livros e nos autores, seus maiores meios de consolidação.

 

 

 

 

 

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI é advogado, jornalista, escritor e professor da Faculdade de Direito do Centro Universitário Padre Anchieta. Ex-presidente das Academias Jundiaienses de Letras e Letras Jurídicas. (martinelliadv@hotmail.com)

                           

 

 



publicado por Luso-brasileiro às 13:54
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links