PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 27 de Maio de 2017
JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI - FESTAS DE JUNHO E A IMPORTÂNCIA DE PRESERVAR NOSSAS TRADIÇÕES

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A partir de quinta-feira, entramos em junho com suas festas próprias, trazendo grande alegria e reunindo dança e comidas típicas para homenagear os três santos católicos, Santo Antônio (13/06), São João (24/06) e São Pedro (29/06). Nelas, a tradição é pular fogueira, dançar quadrilha, tomar quentão, vinho quente e canjica, comer bolo de fubá, pinhão assado, pé-de-moleque, curau, arroz doce, pipoca, milho cozido e tapioca.

Vieram ao Brasil com os portugueses no período colonial. Desde então, os casais fantasiados de caipiras, com chapéus de palhas, seguem a noiva, ao som de músicas características, acompanhadas normalmente de sanfonas, divertindo-se embaixo de bandeirinhas e balões coloridos que enfeitam o “arraiá”.

Embora escassas, as festas juninas, com maior ou menor destaque, ainda são realizadas em todas as regiões do Brasil e representam uma das manifestações culturais brasileiras mais expressivas. No nordeste brasileiro, só a perspectiva de suas realizações transforma as cidades e o espírito das pessoas, que parecem sentir uma irresistível atração e afinidade pelas celebrações.

Na realidade, reitere-se, infelizmente, o ciclo junino em outros locais como São Paulo vem se urbanizando, o que provoca grande perda de sua originalidade, embora ainda se vislumbrem alguns pequenos focos de resistência e nesta trilha, outras ricas manifestações populares também se reduziram de forma significativa, dependentes de poucos entusiastas ou idealistas que procuram mantê-las a qualquer custo.

São pessoas que lutam pela preservação de nosso patrimônio cultural, que não pode padecer pela negligência ou omissão dos próprios brasileiros. Uma situação de interesse por usos, costumes e folclore deveria ser mais desenvolvida nos jovens, que com isso preparariam melhor sua personalidade social já que  propiciam consciência de valores, cultivo da autonomia crítica e sentido de responsabilidade, condições indispensáveis para o exercício da liberdade e da democracia.

E o principal, conhecendo nossas raízes, a juventude encontraria mais qualidade nos aspectos em geral, tanto que nas artes em geral, principalmente nas músicas, parece prevalecer um manifesto péssimo gosto na atualidade. Enquanto não dermos muita importância às circunstâncias de nossa cultura popular, não teremos esperança de que brevemente prevalecerá mais humanismo em nossas relações.

Assim fica a saudade das quermesses nas praças, das festas nas chácaras e sítios, dos ensaios de quadrilhas, dos terços conduzidos por rezadeiras, das fogueiras, das guloseimas típicas e do quentão e principalmente do quanto eram bons tais festejos.

Que tal recuperarmos esse clima, fazendo celebrações para os santos de junho reunindo quem a gente gosta? Dá muito tempo ainda...


 

CONTRA O TABACO

 

O Dia Mundial Sem Tabaco, criado pela Organização Mundial de Saúde é celebrado a 31 de maio e objetiva  alertar a população para os malefícios do tabaco e sensibilizar para a necessidade de proteger as pessoas para que não fumem por tabagismo passivo. O seu consumo  é uma das principais causas de doença e de mortalidade prematura em todo o mundo.

 

MOMENTO POÉTICO

 

“Senti, ao ver-te passar,/ qual noite de São João./
Foguetes no teu olhar,/ fogueira em meu coração” (Serra)

 

 

 

 

JOÃO CARLOS JOSÉ MARTINELLI é advogado, jornalista, escritor e professor universitário. É presidente da Academia Jundiaiense de Letras (martinelliadv@hotmail.com).



publicado por Luso-brasileiro às 19:19
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links