PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 9 de Junho de 2018
JOSÉ RENATO NALINI - O QUE É UMA NAÇÃO ?

           

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para José Renato Nalini

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

             Uma das mais belas definições de Nação foi aquela elaborada por Ernest Renan: uma nação é um sentimento. A tradição de ter alimentado sonhos comuns no passado, a solidariedade no presente e o desejo de permanecer unidos no amanhã. Uma Nação é um plebiscito diário, formalizado e ratificado por todos os nacionais.

            Rui Barbosa também ofereceu sua bela contribuição para conceituar Nação. Usou do verbete Pátria, que considerou a família amplificada. Uma Pátria é uma grande família. Aquela comunhão de interesses, aspirações, sentimentos nutridos simultaneamente por todos os que se sentem psicologicamente irmãos.

            Quem encontraria hoje, no Brasil, a consubstanciação dessas duas elaborações teóricas? Resistiríamos a um plebiscito diário? Sentimo-nos irmanados e integrados em idêntico sentimento de verdadeira família?

            Não sei se encontraríamos quem pudesse responder afirmativamente. E o motivo é manifesto. Raras vezes o povo brasileiro enfrentou tantas vicissitudes, tantos problemas, tantas indefinições.

            Embora a corrupção seja algo aqui existente há mais de quinhentos anos, nunca houve uma prática perpetrada com tamanha desfaçatez e audácia como em nossos dias. A falta de ética sempre foi persistente neste lado debaixo do Equador. Mas a ciência do comportamento moral do homem em sociedade nunca foi tão ultrajada como em nossos dias.

            Já sofremos crises econômicas. Mas quando foi que as ruas estiveram tão repletas de seres humanos relegados à própria sorte, manipulados por aqueles que defendem o “morar na rua”, a economia informal a ocupar todos os espaços na tentativa de sobrevivência daqueles que viram desaparecer seus empregos?

            Quando foi que o lixo se amontoou tanto, que a sujeira tomou conta das cidades, que houve tanto medo de bala perdida, tantos policiais militares dizimados e tanto temor em relação ao amanhã?

            Será que um dia a política foi tão desacreditada? Houve época em que a generalização atingiu tantos brasileiros que ainda se propõem a cuidar da coisa pública?

            Houve tempos em que se ouvia tanta manifestação de vontade de deixar de vez o Brasil e de morar em outro país? Quando é que tivemos tantas empresas encerrando atividades ou transferindo suas sedes para Nações mais confiáveis?

            Esse quadro amedronta e desencanta. É urgente a mudança do tom do discurso. Lenga-lenga, nhem-nhem ou mi-mi-mi já não encantam os desalentados eleitores. Quem será capaz de devolver a esperança a este extenuado e sofrido brasileiro? Quem é que terá condições de renovar não só o conceito, mas o orgulho de se pertencer a uma Nação?

 

 

 

JOSÉ RENATO NALINI é desembargador, reitor da Uniregistral, escritor, palestrante e conferencista.



publicado por Luso-brasileiro às 18:17
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links