PAZ - Blogue luso-brasileiro
Segunda-feira, 25 de Abril de 2016
JÚLIA FERNANDES HEIMANN - PIPAS

                                   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Assim como muitas palavras na Língua Portuguesa, o termo pipa pode ser um recipiente bojudo de madeira para armazenar bebidas e também um brinquedo usado por crianças do mundo inteiro.

  Sobre esta pipa brinquedo é que o texto versará.

  Quem vê uma pipa no ar, não imagina que esse brinquedo teve origem na China, no século 2 a.C. A História registra que um general de nome Han-Sin usava um pequeno planador, preso a um fio, para enviar informações aos seus soldados prisioneiros num campo sitiado. Pela cor, forma e movimento do objeto, tornava-os cientes do que estava acontecendo do outro lado.

    Dessa estratégia nasceu a pipa que, no Brasil, dependendo da região, recebe os nomes de: papagaio, pandorga, arraia, pião, entre outros. A tradicional, usada pelas crianças de Norte a Sul, é feita com varetas de bambu e papel de seda. Em campeonatos, são utilizados materiais como a microfibra e outros, sendo estas mais atrativas em tamanho e desenhos.

    A pipa teve até um papel importante na invenção do tão indispensável para-raios, considerando o conhecido episódio de Benjamin Franklin que, em 1752, pendurou uma chave de metal no fio de uma pipa, num dia de tempestade, para demonstrar a eletricidade contida no raio.

     As pipas também são famosas nos quadros de Cândido Portinari; nas músicas de Villa-Lobos; de Pixinguinha – que também as confeccionava – e de outros músicos brasileiros.

     Um livro que virou filme e bateu recorde de vendas foi “O Caçador de Pipas”, de Khaled Hosseini. O título do livro e do filme refere-se a Hassan, menino caçador de pipas durante os campeonatos realizados em Cabul. O enredo é deveras triste, mas colocado com muita inteligência pelo autor, ao abordar o mal causado pelo ciúme e pela inveja. É uma lição de vida. E a pipa uma protagonista...

     O romance já vendeu oito milhões de exemplares, sendo mais de um milhão no Brasil.

       A pipa tem, além do caráter lúdico, o poder de se transformar em tema para enredos inteligentes, como o citado acima.

        Em 1999, em São Paulo, capital, foi inaugurado o “Pipódromo” que fará dezessete anos no próximo mês de setembro.

         Bem menos prejudicial do que os balões – se o acessório cerol  não for utilizado - a pipa é brinquedo barato e acessível a todas as crianças. Serve, também, como forma de trabalho e ressocialização de presidiários, pois as vendidas em mercados e lojas são por eles confeccionadas.

       Não sei por que, mas durante a primavera, verificamos mais pipas enfeitando o ar e os campeonatos são, também, realizados nessa época.

       Vamos, então, soltar pipas? É um bom exercício para os braços!

       Eu fui pipeira, quando pequena! Vai tempo.... Saudade da pipa cortada; saudade da pipa fugida; saudade da pipa rasgada...

       Fugit irreparabile tempus.

 

                                                          

 

JÚLIA FERNANDES HEIMANN   - escritora, poetisa e acadêmica. Jundiaí. 

 

   



publicado por Luso-brasileiro às 18:45
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links