PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 27 de Janeiro de 2018
MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE - SURUBINHA DE LEVE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2vl2knt.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 


Na semana passada, duas crônicas me chamaram a atenção, uma do Antonio Prata, no domingo, na Folha de São Paulo, com o título “Minha opinião: não tenho opinião” e a outra do escritor Mentor Neto em sua página no Facebook, em 19 de janeiro, sobre a música (música?) “Surubinha de Leve” do MC Diguinho.
Antonio Prata questiona: “A bunda da Anita em ‘Vai Malandra’ é uma conquista do empoderamento feminino brasileiro ou mais uma figurinha no vasto álbum do machismo mundial?” A letra diz:” Vai, malandra, an na/ Ê, 'tá louca, tu brincando com o bumbum/ (...) 'Tá pedindo, an, na/ Se prepara, vou dançar, presta atenção. (...)/ 'Cê aguenta an, na/ Se eu te olhar/ Descer, quicar até o chão./ Desce, rebola gostoso/ Empina me olhando/ Te pego de jeito (...) É taca, taca, taca, taca...”
Sobre “Só Surubinha de Leve” (“...Surubinha de leve /Com essas mina maluca /Taca a bebida / Depois taca e fica”...”)  e diversas “preciosidades”, Mentor cita alguns versos de outros autores como “Faz a fila”:” Vem, faz a fila e vem uma de cada vez. (...) Com 3, com 6, 16, sei lá...” São músicas (?) tocada em pancadão e sucesso junto a adolescentes e jovens. Escreve: “Enquanto mulheres de todo o mundo se movimentam contra o assédio, contra o machismo, milhões de adolescentes brasileiras são cúmplices de ‘artistas’ que estabelecem uma cultura de violência e desprezo das mulheres”. 
Para o autor, é o resultado da educação precária, da falta de referências, da ausência de modelos. E completa: “Milhões de jovens brasileiros incapazes de perceber o quão primitivas (e primárias), grosseiras, machistas e agressivas são essas letras”.
Tenho pena das e dos adolescentes e jovens, sem perspectiva de futuro, que se entregam aos ritmos da carne sem vínculo com o coração. Atrizes e atores no festival da matéria que esvazia e leva ao fracasso.
Recordo de uma avó, desolada com a neta grávida aos 13 anos. Ao lhe perguntar sobre o pai do bebê, me disse que era o “Tiquinho”, ou seja, um tiquinho de cada um...
Além de lutar pela melhoria do nível da educação no Brasil, penso ser essencial fazer chegar à periferia projetos que ofereçam o que há de melhor na música, na cultura e no lazer. Caso contrário, menores e maiores continuarão expostos a exercitar instintos torpes, que passam pela sexualidade desenfreada, pelo uso de drogas e pela violência.

 

 

 

 

MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE -

 Professora e cronista. Coordenadora diocesana da Pastoral da Mulher – Santa Maria Madalena/ Magdala. Jundiaí, Brasil.


 



publicado por Luso-brasileiro às 18:45
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links