PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 24 de Novembro de 2018
MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE - VIVÊNCIAS DE BELEZA E HUMANIDADE

 

 

 

 

 

 

 

 

2vl2knt.jpg

 

 

 

 

 

 


 
Vivências de beleza e humanidade... Foi exatamente o que aconteceu no Polytheama no último dia 12 de novembro, durante o Festival da Associação Socioeducacional Casa da Fonte, que tem como mantenedora a Companhia Saneamento de Jundiaí – CSJ, e seus Parceiros - EMEBs Cléo Nogueira Barbosa e Ivo de Bona, Escolas Estaduais Alessandra Cristina Rodrigues Pezzato e Dom Joaquim Justino Carreira, CECE “José De Marchi”-, além do convidado especial, CECE “Romão de Souza”. 
Um passo acolá, um passo ali e um passo cá, ora com leveza, ora com firmeza, no Teatro Polytheama. Aliás, o Polytheama carrega pegadas fortíssimas na lembrança de muita gente e se faz memória naqueles que atravessam, com seus dons, o palco.
Pequeninos que integraram o espetáculo -, muitos deles não conheciam o Teatro -, disseram-nos que levariam, aquele dia, para a vida inteira. 
Juntamos os passos, desde fevereiro, em torno da história, das formas e dos tons de nosso querido artista internacional Inos Corradin. E foi incrível transformar as lembranças dele da Itália, da lendária “Commedia d’ella Arte”, em performances para a apresentação. Como a proposta era de muita alegria, incluímos os espetáculos circenses do Brasil. Surgiram os músicos, cantores, trapezistas, malabaristas, a menina Moana, palhacinhos, Fantastic Circus, magia dos arcos e bolas, acrobacias, piruetas, globo da morte, adultos encenando solidariedade, o ovo do Cirque Du Solei, capoeira e dança afro voltadas para o circo... O popular e o clássico. Teve até um poema, feito por adolescentes nossos, Bruna e Otávio, com versos assim: “Se me dissessem que, além da pizza, / a Itália nos daria outro presente, / eu estranharia/ sem saber que Inos viria para a gente”.
Deslocamo-nos de vinte quilômetros do centro, do Jardim Novo Horizonte, onde ainda existe, em recordações esmaecidas, o apito do trem da Sorocabana, que levava ou trazia esperança. E estar à margem da cidade grande, sem conhecer como ela é, onde estão os seus encantos e as possibilidades de alargar as estradas individuais, é uma espécie de cativeiro, atrofia sonhos. Chegar até lá é um exercício de salvação. Algo como: pertence-me, sou capaz e dispenso, portanto, o que existe de sinistro nas vielas escuras.  O homenageado, com seu jeito sensível e simples de ser, fez com que diversos dos partícipes comentassem que se sentiram importantes por ter um grande artista que lhes assistiu. E os beijos e abraços, ao final, misturaram carinho e arte.
Nosso aluno desde os oito anos, hoje com dezessete, Renato Wesley, conhecido por Índio, compôs uma canção especial, “Pensamento”, para o dia, a respeito de sua caminhada na Casa da Fonte, da qual destaco o verso: “...Pode ser difícil, mas sigo em frente/ sem medo e contente...” 
 Identifico esse acontecimento com a palavra africana Ubuntu, que traduz um modo de viver, uma convivência social pautada pelo altruísmo, fraternidade e colaboração entre os seres humanos; a importância das alianças e do relacionamento das pessoas, umas com as outras. Que permaneça!
 
 

 

 

MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE -

 Professora e cronista. Coordenadora diocesana da Pastoral da Mulher – Santa Maria Madalena/ Magdala. Jundiaí, Brasil.



publicado por Luso-brasileiro às 15:17
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links