PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sexta-feira, 27 de Dezembro de 2019
MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE - UM RAIO DE SOL

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2vl2knt.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 


 
Aconteceu no último domingo do Advento. A mamãe e eu caminhávamos em direção à Catedral NSD para a Missa das 8h30. Passamos por um grupo de moradores de rua com seus cães. Um deles, veio ao meu encontro para solicitar uma ajuda, mas, ao observar a mamãe, desistiu da súplica e começou a repetir: “Como é bom ter mãe!” Ela lhe sorriu e comentou sobre o olhar de doçura de seus animais. São três. Um pouco mais à frente, sentamos em um banco para aguardar o término da Missa da 7hs. O moço foi até nós e nos relatou que perdera o pai aos dois anos e meio e a mãe um ano depois. A tia, que o criou, faleceu quando ele se encontrava com 13 anos. Depois disso, começaram seus desencontros. Chorou e agradeceu por poder partilhar suas lágrimas conosco. A mamãe lhe disse que nada estava perdido, pois era ele um homem de coração bom; caso contrário, os cães não se aproximariam dele. Afirmou que sua família, na atualidade, compunha-se por eles apenas. Pediu-me desculpas por ter falado que estava com fome, na verdade queria dinheiro para pinga.
Pensei muito nele com seus vazios e desamparo. Lembrei-me de um texto de Cecília Meireles: “Natal na Ilha do Nanja”. A Ilha do Nanja, no caso, seria a transfiguração, em prosa-poética, da Ilha de São Miguel, no arquipélago de Açores, terra da família materna da autora. Ela escreve: “Na Ilha do Nanja, o Natal continua a ser maravilhoso. Lá ninguém celebra o Natal como aniversário do Menino Jesus, mas sim como o verdadeiro dia do seu nascimento. Todos os anos o Menino Jesus nasce, naquela data, como nascem no horizonte, todos os dias e todas as noites, o sol e a lua, as estrelas... Na Ilha do Nanja, as pessoas levam o ano inteiro esperando pela chegada do Natal. Sofrem doenças, necessidades, desgostos como se andassem sob uma chuva de flores, porque o Natal chega: e, com ele, a esperança, o consolo, a certeza do Bem, da Justiça, do Amor. (...) Ninguém pede nada. Mas todos dão qualquer coisa (...) porque todos se sentem felizes, e a felicidade não é pedir nem receber: a felicidade é dar. Pode-se dar uma flor, um pintinho, um caramujo, (...) um pote de mel...  (...) Foi lá que me ofereceram, certa vez, um raio de sol!...”
Que oferecer ao moço desprotegido como a tantos outros? Ah, se eu pudesse lhes dar um raio de sol e o mapa da Ilha do Nanja, que mora em algum canto dentro dele.
 

 

 

 

MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE -

 Professora e cronista. Coordenadora diocesana da Pastoral da Mulher – Santa Maria Madalena/ Magdala. Jundiaí, Brasil.

 



publicado por Luso-brasileiro às 12:39
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links