PAZ - Blogue luso-brasileiro
Domingo, 30 de Outubro de 2016
PAULO R. LABEGALINI - A BATALHA DE LEPANTO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No ano de 1571, os turcos atingiram o apogeu do poder e pareciam ter a cristandade nas mãos. Os seus exércitos estavam bem equipados e eram conduzidos por generais habilíssimos! Mostravam-se superiores à armada que os cristãos tinham para se defender.

Além de terem conquistado as mais belas províncias, também tinham por objetivo dominar a França e a Itália – transformando a Basílica de São Pedro em mesquita turca. O Papa Pio V governava a Igreja e estava aterrorizado com o perigo que ameaçava arruinar a própria civilização cristã.

Além de fracos, infelizmente os governos cristãos estavam muito divididos entre si. Intrigas, animosidades pessoais e ambições de cargos importantes impediam aquela união perfeita que se tornava tão necessária para resistir ao inimigo comum.

São Pio V, então, pôs toda a sua confiança no Rosário, trabalhando, ao mesmo tempo, incansavelmente por unir as forças cristãs. Por fim, deu ordem para que as suas armadas se organizassem para a batalha e, embora fossem inferiores aos turcos em número, equipamento, artilharia e navios, incitou-os a combaterem sem receio em nome de Deus e de Nossa Senhora.

As duas esquadras defrontaram-se no dia 7 de outubro e, para aumentar as dificuldades dos cristãos, o vento lhes era contrário; circunstância que, nos tempos de navegação à vela, podia tornar-se desvantagem fatal. Mas, obedecendo as ordens do Sumo Pontífice e colocando-se debaixo da proteção de Maria, a força cristã investiu contra o inimigo com ânimo admirável.

E, de súbito, o vento mudou, soprou com violência contra os infiéis e a batalha durou poucas horas, com total derrota da armadura turca. Tão completa foi a vitória que o poder do Islã ficou esmagado e salva a cristandade.

Durante esses terríveis dias e especialmente no dia da batalha, Pio V orava fervorosamente a Nossa Senhora do Rosário com fervor intenso, recorrendo assim à Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo. No momento da vitória, entrou em êxtase e teve a revelação de que os cristãos tinham vencido. Voltando-se para os que o rodeavam, o Papa deu a boa notícia e todos se ajoelharam para dar graças a Deus e a Nossa Senhora.

Soube-se depois que, no maior fragor da batalha, os soldados muçulmanos tinham avistado uma Senhora acima dos mais altos mastros da esquadra católica, que os amedrontava com seu aspecto majestoso e ameaçador.

Para recordar e agradecer pela vitória de Lepanto, alcançada em 7 de outubro de 1571, a Santa Igreja instituiu a festa de Nossa Senhora do Rosário. Prescrita primeiramente por Gregório XIII para certas igrejas, foi estendida por Clemente XI ao mundo católico, em ação de graças por um novo triunfo alcançado por Carlos VI da Hungria sobre os turcos em 1716.

Por isso, o dia 7 de outubro também é conhecido como dia de Nossa Senhora das Vitórias. E foi esta a primeira grande vitória do Rosário. Desde então, milhares de santos, bem-aventurados, apóstolos e missionários, tem espalhado essa devoção por todo o mundo.

E você, também gostaria de contribuir com a divulgação deste fato maravilhoso? Aproveite, então, para ler esta história e não perder as oportunidades que Deus lhe dá para evangelizar.

Dois jovens caminhavam por uma estrada e encontraram um grão de milho. Um deles, comentou:

– Tive uma idéia! Com este grão podemos ficar ricos! Plantaremos, nascerá um pé de milho e colheremos três espigas. Plantaremos as espigas e colheremos um pomar. Depois, plantaremos o pomar, colheremos uma roça e daí em diante ganharemos muito dinheiro!

– Excelente! - respondeu o segundo. – Agora, precisamos decidir o que faremos com a fortuna. Eu vou comprar um belo carro conversível e uma casa na praia; e você?

– Eu vou comprar uma caminhonete bem potente e um sítio. Só que tem uma coisa: não vou deixá-lo dirigir a minha caminhonete. Você é muito barbeiro e vai estragá-la.

– Tudo bem. Você também não vai passear no meu carro e muito menos dirigi-lo. Vou viajar por todo canto e você não vai comigo.

Após algum tempo de planos, discussões e troca de insultos, passou uma galinha e comeu o grão de milho!

Bem, o milho representa as nossas oportunidades e a galinha representa o tempo. Pense nisso, tire suas próprias conclusões e semeie um final de ano cheio de atitudes e vitórias na evangelização. Não sabemos ao certo qual é o nosso tempo aqui na Terra, mas sabemos que recebemos um grande presente de Deus por ainda estarmos vivos em 2016.

E o que faremos para retribuir tamanha graça? No mínimo, não deixar que a ‘galinha’ venha e coma o grão de motivação no serviço a Deus. Há muito que fazer, se tivermos consciência da proposta que a Igreja nos faz: sede cristãos e missionários!

Com Nossa Senhora do Rosário à frente, ninguém poderá atrapalhar as nossas grandes conquistas. Assim seja!

 

 

 

PAULO ROBERTO LABEGALINI - Escritor católico. Vicentino de Itajubá - Minas Gerais - Brasil. Professor doutor do Instituto Federal Sul de Minas - Pouso Alegre.‘Autor do livro ‘Mensagens Infantis Educativas’ – Editora Cleofas.

 

 



publicado por Luso-brasileiro às 18:05
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links