PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 24 de Novembro de 2018
PAULO R. LABEGALINI - AS APARIÇÕES AO LONGO DO TEMPO

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Labegalini.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu gostaria muito de ver e de conversar com Nossa Senhora aqui na terra, mas como as aparições da Virgem Maria só ocorrem em casos de extrema importância, sigo rezando e trabalhando para ser digno de encontrá-la um dia no céu.

Sabemos que a Igreja Católica é bastante reservada quanto à autenticidade das mensagens atuais da Mãe de Deus em todo o mundo, porém não proíbe as divulgações de muitas delas. Se tudo caminhar como esperamos, as aparições da Rainha da Paz em Medjugore, por exemplo, serão reconhecidas e merecerão todo crédito do Vaticano no futuro – assim como em Lourdes e em Fátima.

Miriana Soldo, uma das mensageiras, recebeu um dia estas palavras de nossa querida Mãe: “Queridos filhos, eu chamo vocês para o amor e a misericórdia. Deem amor uns para com os outros, como seu Pai dá isso para vocês. Tenham um coração misericordioso. Para você que também deseja, não permita que as boas obras de misericórdia esperem. Toda misericórdia que vem do coração traz você mais perto do meu filho.”

Se Nossa Senhora insiste em pedir amor ao próximo e atenção às boas obras, é porque também insistimos na teimosia de não atendê-la. Assim, Ela – na condição de Mãe – se entristece vendo muitos filhos precisando de ajuda e outros esbanjando riqueza; se entristece vendo seus filhos envolvidos em pecados mortais e afastados de Deus; e se entristece, mais ainda, vendo obras católicas maravilhosas sendo edificadas com o esforço de tão pouca gente!

A minha fé me leva a acreditar em muitas revelações recentes de Maria Santíssima, porque várias aparições de seres celestes já ocorreram no passado e são relatados na Bíblia: Moisés e Elias apareceram no Monte Tabor (Lc 9, 28-36); os apóstolos comeram e beberam com Cristo Ressuscitado (At 1, 4); dois anjos e Jesus apareceram à Maria Madalena (Jo 20, 11-18); Gabriel apareceu à Maria na Anunciação (Lc 1, 26-38); uma multidão de anjos surgiram na noite de Natal (Lc 2, 9-14) etc. Portanto, por milagres de Deus, é possível que tais fatos voltem a acontecer.

Uma certeza nós temos: Jesus Cristo voltará! “Vigiai, pois, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor” (Mt 24, 42). Eis que São Paulo nos aconselha: “Por isso, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos os homens, mas particularmente aos irmãos na fé” (Gal 6, 10). E, fazendo o bem, certamente os frutos virão.

E também nossa bendita Mãezinha nunca nos decepciona. Ela continuará abençoando aqueles que estiverem no caminho do bem, da verdade e do amor. Mesmo não aparecendo a cada um de nós, Ela sabe as boas intenções dos nossos corações e, quando não conseguimos atingir plenamente o nosso objetivo, também nos abençoa pelo esforço desprendido. Eis uma história que completará o sentido destas palavras:

Toda tarde, numa região muito seca, o patrão mandava seus empregados buscarem água num poço distante. Entre eles, havia um velho manco que nunca conseguia chegar com o pote cheio. Devido um defeito na perna, ele derrubava água no caminho e se chateava bastante com isso. Alguns anos se passaram e, um dia, o esforçado trabalhador disse ao patrão:

- Estou muito triste em não trazer a mesma quantia d’água que os outros. Peço que me desculpe e até me castigue pelo meu fracasso.

Mas, o patrão o confortou:

- Se não fosse pela água que você derrama no caminho, não existiriam as belíssimas árvores e flores que brotaram durante todos esses anos, e este lugar seria muito triste! As sementes precisavam de um pouco d’água todos os dias e você as atendeu.

Portanto, mesmo sem vermos Nossa Senhora pessoalmente, o importante é continuarmos nos esforçando para sempre nos aproximarmos dela. Assim, com certeza, Ela estará ao nosso lado e, nessa caminhada, toda água derramada também será abençoada.

 

 

 

PAULO ROBERTO LABEGALINI Escritor católico. Vicentino de Itajubá - Minas Gerais - Brasil. Professor Doutor do Instituto Federal Sul de Minas - Pouso Alegre.‘Autor do livro ‘Mensagens Infantis Educativas’ – Editora Cleofas.

 



publicado por Luso-brasileiro às 14:39
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links