PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 25 de Março de 2017
PAULO R. LABEGALINI - DÊ CARINHO A QUEM VOCÊ AMA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Labegalini.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um senhor idoso entrou apressado num táxi e foi dizendo ao motorista:

– Leve-me rápido à Clínica de Repouso Bom Jesus, por favor.

Ansioso por chegar logo, após cinco minutos de corrida, ele novamente falou:

– Não há outro caminho onde o trânsito esteja melhor?

– Vou sair desta avenida em breve, mas, diga-me, sua visita à clínica é urgente?

– Sim, e hoje estou atrasado.

– Desculpe-me perguntar, mas é algum parente seu que está internado?

– Minha esposa. Ela tem Mal de Alzheimer há cinco anos e eu nunca deixei de ir vê-la um só dia no horário certo. A doença já avançou muito e ela não me reconhece mais.

– Não estou entendendo! Se ela não sabe quem o senhor é, por que a pressa?

– Porque eu sei quem ela é.

Leitor, não dá vontade de conhecer o tal velhinho para lhe dar um abraço? Quantas pessoas com esse espírito de amor ao próximo existem no mundo? Bem, se todos os vicentinos corresponderem à causa que abraçaram, só aí já são mais de quinhentos mil! Isso é muito pouco comparado aos bilhões de habitantes do planeta, não? E se juntássemos nessa conta todos os cristãos? Infelizmente, isso é uma utopia.

Eu sempre digo que não é fácil fazer caridade, porque, se fosse, todos fariam! Veja o que o patrono dos cursilhos de cristandade, São Paulo Apóstolo, disse aos fiéis de Corinto (I Cor 13), indicando o caminho mais excelente de todos:

“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver caridade, sou como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine. Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, não sou nada. Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento aos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver caridade, de nada valeria!

A caridade é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa, não é arrogante, nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. A caridade jamais acabará... Por ora subsistem a fé, a esperança e a caridade, porém, a maior delas é a caridade”.

Você pratica essa caridade perfeita? Eu pretendo chegar a isso, mas ainda falta muito; só que, a cada dia, tento melhorar um pouco mais e, com a ajuda dos anjos e santos de Deus, vou chegar lá! Se não rezarmos, nos esforçarmos e confiarmos, nunca chegaremos.

O amor é o dom maior que o Criador nos deu e quem o coloca a serviço do bem, será muito recompensado. E embora o prêmio final seja uma morada no Céu, Deus nos dá sinais, mostrando que estamos no caminho certo. Vejo isso através do carinho que tenho recebido por onde passo.

Quem é humilde de coração e age com simplicidade para promover a vida, só tem a ganhar. Eu até acho que aprendi isso um pouco tarde, mas, como dizem, antes tarde do que nunca! Hoje, vejo que meu pai era assim, minha mãe é assim, e eu acabei precisando errar muito para aprender. Digo a todos que o exemplo de Nossa Senhora precisa ser seguido para permitirmos que a caridade frutifique.

Há uma historinha que contamos às crianças, relatando um caso atípico no Céu. Aconteceu, certa vez, que São José ficou preocupado ao ver pessoas estranhas no Paraíso e resolveu checar. Então, descobriu que todos os dias havia gente saindo do purgatório antes da hora e, sem a sua permissão, entravam felizes no Céu; mas, por onde passavam se ele próprio tomava conta do portão? Depois de muito andar, constatou que sua esposa ajudava os devotos a pularem o muro lateral!

Bem, logicamente é só um conto, mas, de fato, se não fosse a Virgem Maria, quantos cristãos nem mais teriam amor pra dar! O carinho que ela nos trata contagia a todos! Experimente um pouco mais disso rezando o terço e dando mais atenção a quem você ama. A pessoa pode nem saber disso, mas você demonstrando o seu amor, já será suficiente para um lindo e eterno relacionamento.

 

 

 

PAULO ROBERTO LABEGALINI - Escritor católico. Vicentino de Itajubá - Minas Gerais - Brasil. Professor doutor do Instituto Federal Sul de Minas - Pouso Alegre.‘Autor do livro ‘Mensagens Infantis Educativas’ – Editora Cleofas

 

 



publicado por Luso-brasileiro às 19:46
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links