PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sábado, 2 de Junho de 2018
PAULO R. LABEGALINI - VALE A PENA TER FÉ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Labegalini.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cada vez mais sinto que os caminhos percorridos por Jesus Cristo e abençoados por Nossa Senhora nos conduzem à vida em abundância na Terra e à salvação no Céu. Esta certeza é possível porque, pela providência de Deus, me relaciono com muitas pessoas fortalecidas na fé que, apesar de sofrerem provações, alcançam muitas graças também.

Apenas citando dois fatos dos inúmeros que eu soube, vou testemunhar que vale a pena ter fé.

Há anos, a ex-coordenadora da Comunidade Nossa Senhora da Agonia esteve em Viana do Castelo, Portugal, visitando o único Santuário já construído à Senhora da Agonia no mundo. Chegando na cidade, ao aproximar-se do local santo, viu a porta de entrada fechada e começou a pedir a Nossa Senhora que a ajudasse entrar, já que vinha de tão longe e explodia de desejo em poder rezar naquele lugar.

Sozinha, parou diante da imensa porta do Santuário e, girando a maçaneta, conseguiu entrar. Vendo que não havia mais ninguém lá dentro, fechou a porta e ficou cerca de uma hora e meia rezando, até que ouviu um barulho de chave abrindo a mesma porta que havia passado.

Foi grande o espanto da senhora que destrancou a porta do Santuário quando viu que já havia alguém lá dentro. A portuguesa disse-lhe que encontrou a porta fechada à chave e ambas se emocionaram com aquele ‘milagre de Nossa Senhora da Agonia’.

Que graça maravilhosa, não? Como eu já vivi coisas parecidas na minha vida, imagino a emoção que uma pessoa sente quando é abraçada por nossa querida Mãe. Vale a pena ter fé!

Um outro testemunho foi dado aos nossos jovens por uma pessoa querida da Comunidade Sol de Deus. Ela contou-lhes que todos os dias quando entravam na capela para a oração do Rosário da manhã, viam fezes de morcego em cima do altar. Assim, virou rotina primeiro limparem o local para depois rezarem. Os esforços para capturarem o morcego eram sempre em vão.

Um dia, antes do quarto mistério glorioso – Assunção de Nossa Senhora ao Céu –, pediram à Mãe Rainha que providenciasse um final para aquele problema que os afligia e, antes de terminarem a dezena de Ave-marias, o morcego caiu morto perto do altar.

Os nossos jovens ficaram maravilhados e louvaram Jesus e Maria por mais essa graça alcançada por pessoas de fé – que sabem o que é importante para a construção do Reino de Deus no meio de nós.

Por falar em coisas importantes, conta uma lenda que uma senhora passava com uma criança no colo pela porta de uma caverna quando ouviu uma voz vinda lá de dentro: “Entre e pegue as riquezas que quiser, mas não se esqueça do mais importante!”

Curiosa, ela entrou e viu que lá havia um grande tesouro. Começou a colocar tudo no seu avental quando voltou a ouvir a voz dizendo: “Daqui a cinco minutos a porta se fechará para sempre e você nunca mais poderá entrar ou sair, mas não se esqueça do mais importante!”

Apressada, a senhora corria para fora e para dentro carregando as riquezas quando a porta se fechou e ela, do lado de fora, percebeu que esquecera o filho lá dentro. E, para sempre, ficou sem aquilo que lhe era mais importante!

E também lembro que, um dia, um sacerdote me disse que estava maravilhado com as bênçãos que aconteceram em sua vida – principalmente no mês de maio. Portanto, seja também merecedor(a) de mais bênçãos em família: fortaleça a sua fé na oração e na caridade, mas não se esqueça que você alcançará mais graças quando buscar primeiro os bens espirituais e não apenas os materiais: isso é muito mais importante para Deus!

 

 

 

 

PAULO ROBERTO LABEGALINI Escritor católico. Vicentino de Itajubá - Minas Gerais - Brasil. Professor Doutor do Instituto Federal Sul de Minas - Pouso Alegre.‘Autor do livro ‘Mensagens Infantis Educativas’ – Editora Cleofas.



publicado por Luso-brasileiro às 15:39
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links