PAZ - Blogue luso-brasileiro
Sexta-feira, 4 de Maio de 2018
VALQUÍRIA GESQUI MALAGOLI - O QUE SE VÊ POR AI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Valquíria Malagoli_Blog da Paz.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

            “Depus a máscara e vi-me ao espelho. –/ Era a criança de há quantos anos./ Não tinha mudado nada…/ É essa a vantagem de saber tirar a máscara./ É-se sempre a criança,/ O passado que foi/ A criança./ Depus a máscara, e tornei a pô-la./ Assim é melhor,/ Assim sem a máscara./ E volto à personalidade como a um términus de linha”.

Lembro-me dele recebendo toda gente que adentrasse a recepção; invariavelmente, com um belo sorriso no rosto maduro.

            Não sei se mera comoção ou a mais profunda tristeza toca-me, hoje em dia, depois de decorrerem meses, no máximo um ano, quando percebo sua aparente contrariedade.

            Contrariedade? Hummm...

Infelicidade. Talvez seja esta sim a palavra mais adequada para descrever o que vejo.

            Infelicidade. Com certeza este é o sentimento menos apropriado para quem quer, em qualquer lugar, e em que circunstância seja.

            Meu velho conhecido porteiro não é, para infelicidade – desta vez geral – unanimidade.

            Casos à parte de tristeza aguda são cada vez mais raros.

            Comum, agora, é tristeza correndo solta... desinibida.

            Há pouco, num hotel que visito de tempos em tempos, constatei – com tristeza – similar tristeza.

            Não é à toa que tantas vezes no presente texto – e no presente tempo – repete-se a dita-cuja. Seja a palavra. Seja a própria.

            Deixemos de lado alguma possível suscetibilidade. Sugestionamentos de lado, pois, surpreendamos nossa intimidade por um momento de reflexão...

            Quem é capaz de sentir-se imune, agora?

            Quem nunca se flagra com seu mundo de ponta-cabeça?

            A satisfação em vista de tão buscado emprego, da desejadíssima aprovação em concurso, da conquista de um amor etc... dentro em pouco – puft!

            Insatisfação, sim, pode ser a melhor palavra para definir o que se vê por aí.

            Insatisfação, porém, sem dúvida, não é o melhor a ver, embora o defina.

            Impossível, sob quais palavras e circunstâncias sejam, é nos alienarmos.

Urge, a despeito da melancolia, olhar para os próximos e adivinhar-lhes os disfarces; mirar desconhecidos – cujas máscaras nada têm de exclusivas – e descobrir nossos espelhos.

Caso falte a alguém espelho em casa com que, enquanto há tempo, admirar-se... disponha das primeiras linhas. São Álvaro de Campos, em Pessoa.

 

 

 

 

Valquíria Gesqui Malagoli, escritora e poetisa, vmalagoli@uol.com.br

 



publicado por Luso-brasileiro às 20:50
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
arquivos

Outubro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar
 
links